Marcelo Lomba é o craque da 7ª rodada

Paredão do Bahia, Marcelo Lomba é o craque da 7ª rodada no Armandão

Goleiro defende dois pênaltis no empate sem gols de sua equipe contra a Ponte Preta. Seleção do fim de semana tem trio de ataque estrangeiro


Pegar um pênalti é como um gol para um goleiro. Marcelo Lomba esteve então entre os "artilheiros" da rodada. No último sábado, em Campinas, defendeu dois – ambos cobrados pelo atacante William – e garantiu o empate por 0 a 0 com a Ponte Preta, fora de casa. Por conta do desempenho, ele recebeu a nota 9 e faturou o prêmio de craque da sétima rodada do Troféu Armando Nogueira. O Tricolor baiano terminou o fim de semana na sétima colocação, mas, assim como o São Paulo, tem um jogo a mais do que os demais concorrentes do Brasileirão.

A seleção da rodada tem uma peculiaridade interessante. Os três atacantes de maior destaque no fim de semana são estrangeiros e obtiveram a mesma avaliação. O chileno Vargas (Grêmio), o uruguaio Forlán (Internacional) e o argentino Maxi (Vitória) fizeram dois gols cada e tiveram papel preponderante nos triunfos de suas equipes.

Vale lembrar que a seleção do campeonato é montada após a apuração das médias de todos os jogadores que disputaram mais de 40% dos jogos no Brasileirão – 16 partidas ao fim do torneio. Os autores das notas de todas as partidas da competição são sempre os comentaristas do SporTV e jornalistas do GLOBOESPORTE.COM.

Seleção da Rodada 7

Seleção da Rodada 7 (Foto: Editoria de Arte)

GOLEIRO

Marcelo Lomba comemora um dos pênaltis defendidos

Marcelo Lomba comemora penalti defendido, Ponte Preta x Bahia (Foto: Rodrigo Villalba/Futura Press)

É bem verdade que o jogo entre Ponte Preta e Bahia não foi generoso quando se fala de lances com perigo de gol. No entanto, não é todo dia que um goleiro "veste roupa de super-herói" e se transforma em muralha debaixo da trave. Foi o que aconteceu com Marcelo Lomba. Curiosamente, ele representa o Bahia, que tem como mascote o Super-Homem. O paredão tricolor pegou dois pênaltis cobrados pelo artilheiro William, fez três defesas difíceis e evitou um resultado pior para a sua equipe no interior paulista, no empate sem gols contra a Ponte. Ele só não atingiu a nota máxima por ter cometido a segunda penalidade em cima de Rildo. Assim sendo, Lomba ficou com a merecida nota 9, que o fez o craque da rodada. Aranha (Santos), Dida (Grêmio) e Renan (Goiás) levam menção honrosa pelo desempenho que tiveram.

LATERAL-DIREITO

O Vitória vem encantando neste início de Campeonato Brasileiro e já figura na vice-liderança da competição. Um dos responsáveis por este sucesso é o lateral-direito Nino Paraíba. Usando e abusando de sua velocidade, o jogador explorou bem a fragilidade defensiva de Juan e passeou pelo seu setor no triunfo por 3 a 2 do Vitória sobre o São Paulo. Na jogada que decidiu a partida, ele apareceu como uma flecha pela direita e tocou na medida para Maxi Biancucchi marcar. A boa atuação rendeu a nota 7 ao atleta rubro-negro. Rafael Galhardo (Santos) e Sueliton (Criciúma) são outros representantes da posição que foram bem na rodada.

ZAGUEIROS

A dupla de zaga da rodada tem Leandro Almeida e Durval. O defensor do Coritiba se fez valer da imposição física para ganhar boa parte dos lances. Sem brincadeira, ele levou a melhor contra os atacantes do Atlético-PR no clássico que terminou com vitória por 1 a 0 do Coxa. Ele faturou a nota 7. Com a mesma avaliação, o experiente quarto-zagueiro do Peixe não deu brechas para a Portuguesa se criar na Vila Belmiro. Durval esteve seguro no tranquilo triunfo do Santos por 4 a 1. Ferron (Ponte Preta) e Edu Dracena (Santos) fecharam bem as suas defesas e merecem a lembrança.

LATERAL-ESQUERDO

A volta do técnico Renato Gaúcho a Porto Alegre defendendo o Grêmio teve um personagem surpreendente. Pouco badalado desde que chegou ao Tricolor gaúcho, Alex Telles vem fincando o seu lugar na equipe titular e já começa a dar mostras de que que pode ser decisivo para os triunfos do time. Foi assim contra o Botafogo. Além de criar uma linda jogada no primeiro gol (vídeo ao lado) de Vargas, com direito a drible e cruzamento perfeito, o lateral-esquerdo também iniciou o lance do segundo gol ao cobrar uma falta em direção à área. O bom desempenho rendeu a nota 7. Danilo Tarracha (Vitória) e Léo (Santos) também foram bem no fim de semana.

VOLANTES

O futebol moderno exige jogadores que saibam marcar com eficiência e que também ajudem a armar. E Júnior Urso exerce as duas funções com extrema capacidade. De cabeça erguida, ele tem comandado o time do líder Coritiba, com o luxuoso auxílio do craque Alex. No Atletiba deste domingo, Urso fazia o Coxa desafogar quando o Furacão buscava a pressão e levava a sua equipe ao ataque com toques rápidos. Num desses, deixou Deivid cara a cara, mas o atacante desperdiçou lance simples. Por tudo isso, Urso conquistou a nota 7,5. Rosinei tem sido pouco aproveitado desde que chegou ao Atlético-MG. Mas sempre que é solicitado pelo técnico Cuca, ele tem dado conta do recado. O volante brilhou diante do Corinthians – clube que o revelou – no Pacaembu ao fazer o gol da vitória atleticana por 1 a 0. Fez valer a nota 7 pelo empenho e pelo poder de decisão. Souza (Cruzeiro), Jean (Fluminense) e Serginho (Criciúma) também jogaram muito bem.

MEIA

Jogando mais recuado como fazia no início de sua carreira pelo Internacional, Ricardo Goulart agarrou a chance que teve com a venda de Diego Souza e foi o grande destaque da vitória do Cruzeiro por 3 a 0 sobre o lanterna Náutico. Além de anotar o gol que inaugurou o marcador num lance de oportunismo, Goulart fez um carnaval na defesa do Timbu antes de tocar para Vinícius Araújo na jogada que selou o resultado definitivo. O jogador celeste ficou com a nota 7,5. D'Alessandro (Internacional), Everton (Atlético-PR), Paulinho (Flamengo) e Robinho (Coritiba) jogaram muita bola no fim de semana e ganham a citação.

ATACANTES

O texto sobre o ataque da rodada bem que poderia ser escrito em espanhol. O chileno Vargas arrebentou no triunfo do Grêmio por 2 a 1 sobre o Botafogo ao marcar duas vezes. O uruguaio Forlán voltou a mostrar o bom futebol que o consagrou como craque da última Copa do Mundo e levou o Internacional a bater o Fluminense por 3 a 2, em Macaé. Ele fez dois gols, sendo um deles olímpico, quando contou com a falha do goleiro Diego Cavalieri. Por fim, o argentino Maxi Biancucchi deixou a sua marca também em duas oportunidades no triunfo do Vitória por 3 a 2 sobre o São Paulo. Com isso, ele chegou a seis na competição e virou artilheiro isolado do Brasileirão. Além disso, entrou para a seleção da rodada do Armandão pela terceira vez em 2013. Os três atacantes obtiveram a nota 8. Neilton, do Santos, também teve atuação louvável e merece ser citado pelo que fez contra a Portuguesa. Rafael Sobis (Flu) e Vinícius Araújo (Cruzeiro) foram outros destaques do fim de semana.


Tabela interativa da Série A com atualização online


Fonte: GLOBOESPORTE.COM

Foto: Rodrigo Villalba/Futura Press e Reprodução vídeos

Editoria de Arte – GLOBOESPORTE.COM