Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Matemático aponta chances de rebaixamento no Brasileirão

99

Chance de 58% de queda: até matemática é cruel com Palmeiras

Números do matemático Tristão Garcia dimensionam "buraco" do time alviverde; para atingir pontuação segura, Palmeiras precisa conquistar em 15 rodadas mais do que o dobro conseguido em 23 e campanha já é pior do que de 2002. Na outra ponta da tabela, Cruzeiro dispara no favoritismo com 72% de chance

Afunilou. Quase dois terços do Campeonato Brasileiro já foram disputados e, agora, há a possibilidade de se avaliar melhor as chances que cada equipe tem de cumprir os seus objetivos na principal competição do País. Quem será que está mais perto do título? Sim, é o líder Cruzeiro, obviamente. Mas qual é chance real de o time celeste ser campeão? E a do São Paulo? E na parte de baixo da tabela? O Palmeiras é o clube que possui mais chances de ser rebaixado? É isso o que você vai descobrir agora.

De acordo com dados do site Infobola, alimentado pelo matemático Tristão García, o Cruzeiro está mais próximo do que nunca de faturar o seu segundo título brasileiro consecutivo. Atual líder com sete pontos de vantagem para o segundo colocado, São Paulo, a equipe mineira tem, de acordo com García, 72% de chances de erguer a taça nacional ao fim do ano. Os concorrentes vêm muito atrás. O São Paulo, por exemplo, possui somente 11%.

Considerando a média de pontuação de todos os campeões nacionais (74 pontos) desde 2006 – quando o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado em pontos corridos por 20 clubes -, o Cruzeiro necessita de apenas 25 pontos para faturar o bi em 2014. Assim, restam somente oito vitórias e um empate nos próximos 15 jogos para o time cruzeirense alcançar a marca que, em média, garante a conquista da Série A a uma equipe.

Campeões brasileiros x Cruzeiro de 2014

ANO

TIME

PONTOS E APROVEITAMENTO NA 23ª RODADA

2006

São Paulo

44 (64%)

2007

São Paulo

50 (72%)

2008

São Paulo

38 (55%)

2009

Flamengo

33 (48%)

2010

Fluminense

42 (61%)

2011

Corinthians

43 (62%)

2012

Fluminense

50 (72%)

2013

Cruzeiro

50 (72%)

2014

Cruzeiro

49 (71%)

Campeões brasileiros x Cruzeiro de 2014

 

 Na briga por vagas à Libertadores, só um milagre não fará o Cruzeiro disputar a competição continental em 2015. De acordo com Tristão García, o time comandado por Marcelo Oliveira possui 99% de chances de se classificar para o torneio sul-americano. Em boas condições também aparecem São Paulo e Inter, com 77% e 66%, respectivamente. Separados por apenas quatro pontos, Corinthians, Grêmio, Atlético-MG e Fluminense prometem protagonizar briga dura e equilibrada pela última ou pelas duas últimas vagas.

Já na parte de baixo da tabela, há motivos para muita preocupação ao Palmeiras. Atual lanterna do Campeonato Brasileiro, o time alviverde possui 58% de chances de ser rebaixado para a Série B pela terceira vez nos últimos 12 anos. Quanto à pontuação, o número-chave é 47. Com esta quantidade de tentos, nunca uma equipe foi rebaixada para a segunda divisão nacional desde 2006.

Para chegar até ela, porém, o Palmeiras precisa de mais do que o dobro dos seus pontos conquistados até aqui – e isso em apenas 15 rodadas. O time alviverde necessita de 25 tentos, o que significa vencer oito e empatar uma partida. O desempenho, então, terá que ser igual ao que o Cruzeiro precisa para muito provavelmente ser campeão brasileiro, por exemplo. O momento para reagir é agora, já que o time palmeirense tem quatro confrontos em sequência contra rivais diretos na luta contra o rebaixamento: Vitória (14º, em casa), Figueirense (13º, fora), Chapecoense (15º, casa) e Botafogo (16º, fora).

Comparando às campanhas dos outros dois rebaixamentos da história alviverde, a atual é melhor que a de 2012, mas pior que a de 2002. Quando caiu pela primeira vez, o Palmeiras encerrou o campeonato – disputado em turno único – com 27 pontos de 75 possíves, ou seja, com aproveitamento de 36%. Neste momento, o clube de Palestra Itália faturou somente 31% dos 69 pontos possíveis. Já em 2012, a esta mesma altura do Brasileiro, o Palmeiras tinha dois tentos a menos do que possui hoje, mas, em compensação não era o lanterna da elite nacional – e sim o 18º colocado.

Rebaixamentos x 2014

ANO

PONTOS E APROVEITAMENTO

NA 23ª RODADA

PONTOS AO FIM DA SÉRIE A

(DESEMPENHO)

2002

26 (37,7%)

27 (36%)

2012

20 (29%)

34 (29,8%)

2014

22 (31,9%)

??

Rebaixamentos x 2014

 

Pode servir como consolo aos palmeirenses, porém, o fato de a equipe de Palestra Itália não ser a mais cotada dentre as 20 da Série A para cair. De acordo com os cálculos de Tristão García, é o Criciúma o time com mais chances de descenso, com 64%. Bahia e Vitória – embora a equipe rubro-negra esteja neste momento fora da zona da degola -, aparecem logo a seguir com bastante chances de queda.

Comentários
Carregando...