Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Mundial de Basquete Feminino: Brasil perde, e está fora

1

Brasil erra demais contra a França e é eliminado nas oitavas do Mundial

Acabou nas oitavas de final a campanha do Brasil no Campeonato Mundial feminino de basquete, disputado na Turquia. Em um jogo com muitos erros nesta quarta-feira, a Seleção foi derrotada pela França por 61 a 48, e acabou eliminada no torneio com apenas um resultado positivo em quatro jogos. As francesas avançam às quartas para enfrentar os Estados Unidos.

Campeão mundial em 1994, a Seleção mais uma vez amarga uma eliminação precoce no basquete feminino. Com uma equipe renovada, o time viajou à Turquia sonhando em surpreender e em apagar a má imagem deixada nos Jogos Olímpicos de Londres-2012.

Na primeira fase do Mundial, perdeu para Espanha e República Tcheca e ganhou apenas do Japão, na última rodada, avançando às oitavas de final na terceira posição do Grupo A. Aí pegou a França, segunda do B, e apresentou as mesmas falhas dos jogos anteriores: inconsistência ofensiva e nervosismo.

Com este quadro, o Brasil resistiu bem apenas no primeiro quarto de partida, em que chegou a liderar por pequena margem. As principais atletas comandadas por Luiz Augusto Zanon se aproximaram precocemente do limite de faltas e tiveram que ser poupadas em parte do jogo, deixando o trabalho francês mais fácil.

Sandrine Gruda foi o destaque da partida com 17 pontos e sete rebotes para a França. No time nacional, Érika tentou assumir a responsabilidade e encerrou a partida com 11 pontos, dois a mais do que Clarissa.

Com a vitória sobre o Brasil, a França avançou às quartas de final do Campeonato Mundial da Turquia em que enfrentará os Estados Unidos, favoritos a vencer a competição. Outro jogo definido é o embate entre Austrália e o Canadá, que derrotou a República Tcheca por 91 a 71 nas oitavas. A posição final da Seleção no Mundial será definida com o complemento da rodada.

França contou com outra má partida do Brasil para vencer e avançar no Mundial

O jogo – O primeiro quarto de jogo teve o nervosismo das duas equipes como protagonista. Em menos de 40 segundos, Érika cometeu duas faltas no garrafão, mas pouco depois conseguiu cavar duas infrações adversárias. Brasil e França também erraram bastantes arremessos, passes e construção de jogadas. O primeiro quarto acabou com 12 a 10 para a equipe europeia.

A dinâmica foi mantida no restante do período inicial de partida. A França andava e dava a posse de bola ao Brasil. Em vez de aproveitar a oportunidade, a Seleção retribuía com erros de passe. As falhas e as faltas, inclusive uma técnica de Zanon, minaram rapidamente as chances nacionais de brigar pela classificação. Os times foram para o intervalo com a França vencendo por 26 a 15. No segundo quarto, o Brasil marcou apenas cinco pontos.

A Seleção tentou se recuperar no início do tempo final de jogo com arremessos de três pontos de Patty e o trabalho de Érika no garrafão, mas novamente foi vítima de seus próprios erros, sobretudo os seguidos desperdícios de posse de bola.

Abrindo o último quarto com 15 pontos de desvantagem, o Brasil tentou resolver o problema em jogadas individuais. Mas sem sucesso. A França nem precisou forçar o ritmo e apenas administrou sua vantagem para confirmar a classificação confortável às quartas de final.

Comentários
Carregando...