Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Mundial de Volei Feminino: Brasil ‘frita’ Camarões em 3 sets; Assista!

0

Com time reserva, seleção atropela frágil e animado time de Camarões

Após vencer a Bulgária, brasileiras entram em quadra com equipe B e conseguem segunda vitória tranquila, novamente por 3 sets a 0, no Mundial da Itália

O resultado do confronto contra a seleção bicampeã olímpica poderia deixar o time de Camarões feliz ou muito feliz. A vibração e a alegria a cada ponto conquistado em cima do Brasil, na partida desta quarta-feira, deixavam claro que, para a fraca equipe camaronesa, já era um motivo de orgulho dividir a quadra com as brasileiras. Mesmo com as reservas, o time do técnico José Roberto Guimarães contribuiu dando uma aula de vôlei às animadas adversárias. Apesar de algumas falhas no terceiro set, a segunda vitória no Mundial da Itália veio com tranquilidade, por 3 sets a 0, com parciais de 25/14, 25/15 e 25/18, no Palatrieste.

– O legal de tudo isso é a forma como o time de Camarões está jogando. Elas entraram no jogo, tentaram. É um time forte fisicamente que, se melhorar a parte técnica e individual, pode ser outro time no futuro. A atmosfera do jogo também foi muito legal. O técnico pediu para tirar foto e todas começaram a brincar, dançar. Essa troca é muito bacana – comentou Zé Roberto.

brasil x camarões  volei mundial (Foto: Divulgação/FIVB)

Jogadoras do Brasil comemoram durante a vitória contra Camarões nesta quarta-feira

Diante do frágil time de Camarões, o técnico José Roberto Guimarães preferiu dar ritmo de jogo para as atletas reservas da seleção. Apenas a líbero titular Camila Brait voltou para a quadra do Palatrieste. Tandara, Carol, Fabiola, Gabi, Natália e Adenízia saíram do banco e não decepcionaram o treinador. Natália foi a maior pontuadora da partida, com 18 pontos. Adenízia e Tandara marcaram 10 vezes cada uma. Do lado de Camarões, Nana foi o destaque, com 13 pontos. No fim da partida, as camaronesas tietaram as brasileiras, e os dois times caíram juntos no samba.

– A gente sabe que elas se divertem, e a gente tem é que dar o melhor. É isso o que elas esperam da gente, seja com as reservas ou com o time titular. Elas ficam sempre olhando, pedem blusa… A melhor forma de retribuir é jogar bem e nos divertir junto – disse a central Carol.

O Brasil volta a jogar nesta quinta-feira, às 5h30 (horário de Brasília), quando enfrenta a seleção canadense, com transmissão ao vivo do SporTV. Os assinantes do Canal Campeão também podem acompanhar os lances pelo SporTV Play. Nesta primeira fase, as quatro melhores de cada grupo avançam à etapa seguinte. O Brasil lidera o Grupo B, com duas vitórias (6 pontos), seguido de Sérvia (5 pontos) e Turquia (3 pontos).

brasil x camarões  volei mundial (Foto: Divulgação/FIVB)

Camarões dá trabalho no terceiro set, mas vitória sai por 3 a 0

O JOGO

Logo no início da partida, a superioridade brasileira ficou clara. Camarões cometeu erros bobos, e o Brasil aproveitou para abrir boa vantagem no placar (10/1), com destaque para a central Carol, bem no bloqueio e nos ataques pelo meio. Nana, a melhor jogadora entre as rivais, trouxe seu time para o jogo com dois pontos seguidos: 12/4. Mesmo sempre distantes no placar, as camaronesas vibravam muito a cada ponto conquistado. Mas o Brasil seguiu forte no ataque, com boas pancadas de Natália e Adenízia. Gabi ainda fez uma incrível defesa com o pé, de costas, mas o ponto acabou indo para as adversárias. No fim do set, Nana voltou a ganhar destaque, sua equipe conseguiu mais três pontos, mas parou por aí. A seleção bicampeã olímpica fechou em 25/14.

No início do segundo set, Camarões não deixou as rivais abrirem uma vantagem tão grande. Nana voltou a encaixar seus potentes ataques no fundo da quadra, deixando sua equipe próxima do Brasil no placar: 3/2. Diversificando bem as jogadas, a seleção voltou a embalar. Natália seguiu bem pelas pontas, enquanto Adenízia acertou duas bolas rápidas seguidas pelo meio: 11/5. Nana e Bikatal ainda tentavam salvar algumas jogadas, mas a recepção ruim de Camarões atrapalhava o bom desempenho do time. Com mais uma bela pancada de Natália, o time de Zé Roberto fez 25/15.

As camaronesas voltaram do intervalo decididas a aproveitar um pouco mais a experiência de jogar com as vitoriosas brasileiras. Com mais um bom ataque de Nana, conseguiram empatar em 4/4. O Brasil relaxou depois das vitórias nos dois primeiros sets e cometeu erros seguidos, permitindo que as adversárias seguissem na cola. Em uma disputa na rede com Natália, Fotso levou a melhor e colocou sua equipe na frente no placar: 9/8, para delírio de todo grupo. Quando o set parecia se complicar, as reservas da seleção voltaram a dominar o jogo, marcando cinco pontos seguidos. Com uma bola de segunda de Carol, o Brasil fez 25/18 e fechou a partida. 

Comentários