Não pediu segredo

Bahia sai na frente, mas erro de arbitragem decide partida

Juiz inventa pênalti e Tricolor sofre empate em Volta Redonda.

Jogando no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda/RJ, o Bahia empatou com o Vasco em 1 a 1, na noite deste sábado (08). Com o resultado, o Tricolor chegou aos oito pontos no Campeonato Brasileiro e agora ocupa a 3ª posição.

No primeiro tempo, o tricolor começou  melhor a partida e logo abriu o placar. Aos sete minutos, Hélder deu um belo lançamento para Fernandão, que arrancou entre os zagueiros e tocou por cima do goleiro vascaíno.

Porém, aos 19, o árbitro paulista Marcelo Aparecido de Souza conseguiu complicar a partida marcando um pênalti totalmente simulado pelo meia Carlos Alberto. O próprio jogador bateu e empatou a partida.

Aos 38, o volante do Vasco, Sandro Silva, deu um carrinho por trás em Hélder, que sentiu a pancada no tornozelo e deu lugar a Neto. O juiz apenas deu cartão amarelo no atleta cruzmaltino.

No segundo tempo, o Esquadrão voltou com a mesma postura da primeira etapa, mas aos 11 minutos, Diones parou uma jogada normal no meio campo e recebeu o cartão vermelho.

Com isso, o técnico Cristóvão colocou o volante Toró na vaga de Potita, para compor o sistema defensivo.

Com um jogador a menos, o Vasco começou a pressionar e o treinador tricolor decidiu fechar a defesa com a entrada de Raul no lugar de Ryder.

Resistindo a pressão, a partida terminou mesmo 1 a 1.

O Tricolor foi a campo com: Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Jussandro; Fahel, Diones e Hélder (Neto); Potita (Toró), Fernandão e Ryder (Raul).

Com a parada para a Copa das Confederações, o Bahia ficará um mês sem jogos. Com isso, o time será liberado e se reapresenta na próxima sexta-feira (14), às 15 horas, no Fazendão.

Fonte e Foto: ECB