Não sei quem fui…

Madson diz não ter se envolvido com processo e comemora renovação

Lateral-direito do Bahia afirma que não ficou sabendo de proposta de outros clubes e se diz feliz pela permanência no Fazendão


O Bahia tem enfrentado grandes problemas judiciais. Por causa da falta de arrecadação do FGTS, o Tricolor tem sido processado constantemente por jogadores da base. Um dos últimos a reivindicar o direito e a saída do clube foi Madson. Entretanto, com contrato renovado até dezembro de 2015, o lateral explicou que só ficou sabendo da ação quando já estava em processo adiantado e que se manteve fora de qualquer negociação sobre o caso.

– Infelizmente teve esse transtorno todo com minha pessoa. Queria deixar claro que foi uma situação da qual eu não estava sabendo. Foi diretamente dos meus procuradores com a direção do Bahia. Eles que deram entrada na Justiça. Eu não sabia. Quando fiquei sabendo, já estava praticamente tudo encaminhado. Em momento algum eu quis sair do Bahia – afirmou.

Lateral disse que não se envolveu com processo na Justiça contra o Bahia

Madson, treino, Bahia (Foto: Divulgação/EC Bahia)

Madson até chegou a ficar livre do vínculo com o clube por um dia. Na semana passada, a Justiça do Trabalho concedeu a liminar que encerrava o contrato do jogador com o Tricolor. O agente do lateral, Gessé Carvalho, chegou a afirmar na ocasião que o jovem ala sequer possuía cadastro no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O Bahia, no entanto, conseguiu a revogação da liminar, e Madson voltou a ter um contrato válido cerca de 24 horas conseguir a rescisão na Justiça.

Durante entrevista coletiva, o jogador disse que não ficou sabendo de nenhuma proposta de outros clubes. O lateral ainda ponderou pontos positivos e negativos de todo o processo.

– Tinha os dois lados da moeda. Eu poderia ir para outro clube, desenvolver meu futebol e crescer. O lado ruim é que eu poderia sair de um time que está disputando a Série A, eu como titular, novo, tendo a oportunidade de ser vendido, buscar outros clubes da Europa. Mas as coisas deram certo, e estou feliz de continuar no Bahia – acrescentou.

Por fim, Madson ainda afirmou desconhecer os direitos legais que o trabalhador brasileiro tem.

– Não entendo muito dessas coisas de FGTS, INSS. Eu procuro mais jogar bola. Meus procuradores souberam desse fato e aproveitaram para dar entrada. Eu deixo isso para eles e Anderson Barros resolverem – finalizou.

Tabela interativa da Série A: http://uniaotricolorba.com.br/tabelaseriea.asp


Fonte: GLOBOESPORTE.COM

Foto: ECB