Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Lamentando revés na Bolívia, Nilton já projeta jogo de volta na Fonte Nova

Tricolor foi derrotado pelo Blooming, na Bolívia, pela estreia na Copa Sul-Americana

Nilton treina pelo Bahia no Fazendão (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
51

Nesta quarta-feira (11), o Bahia foi derrotado por 1 a 0 pelo Blooming, da Bolívia, na estreia pela Copa Sul-Americana. Titular na partida realizada em Santa Cruz de la Sierra, o volante Nilton lamentou a derrota, mas já começou a projetar o jogo de volta, que acontece no dia 8 de maio, na Arena Fonte Nova:

Esse resultado não era o que nós queríamos. O empate ou uma vitória seria muito importante daria uma tranquilidade para o jogo da volta. Mas nossa equipe tem muita qualidade, sabe do potencial e da força que temos na Fonte Nova. Jogando em casa temos que impor mais ritmo ainda, é uma obrigação da nossa equipe. É um estilo que a nossa equipe colocou no começo do campeonato que é impor um ritmo forte e não será diferente. Acabamos vendo aonde que podemos entrar nos pontos fracos da equipe deles e onde temos que tomar cuidado para não ser surpreendidos em casa

Nilton acredita que o Tricolor poderia ter vencido, caso não desperdiçasse as boas chances criadas:

Por mais que seja uma equipe que não esteja tão habituada a jogar, os que entraram ali tem a confiança e o respaldo da comissão técnica e da diretoria. Conseguimos impor um ritmo forte no começo, mas acabamos pecando na finalização que poderia ter dado uma acalmada, uma tranquilidade a mais para a nossa equipe e acho que eles teriam que se expor um pouco mais. Essas chances que a gente acabou não colocando para dentro do gol foi dando confiança para eles, que foram gostando um pouco mais. Eles acabaram criando também as oportunidades sempre nas bolas longas, porque a equipe deles estava bem postada. Mas aí a gente acabou tendo essa infelicidade dessa finalização, o Douglas até muito bem mais uma vez, conseguiu fazer umas defesas importantes, mas o rapaz acabou fazendo o gol meio deitado

Para Nilton, a falta de ritmo de alguns reservas que entraram em campo na Bolívia não é desculpa para a derrota:

Sim, até falamos dentro do vestiário. Tem jogadores que chegaram a jogar três, quatro partidas nesse período e entrar para jogar noventa minutos as vezes não é fácil. Em alguns momentos acaba faltando sim um pouco de ritmo, a perna acaba pesando um pouco. Não podemos colocar isso como desculpa, temos que colocar como superação, passar por cima, até porque a oportunidade foi dada e temos que saber aproveitá-la da melhor maneira

O próximo desafio do Bahia será neste domingo (15), contra o Internacional, em Porto Alegre, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Comentários
Carregando...