Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

No Fazendão, Anderson Talisca diz que confia em acesso e avisa: Estarei de volta

Hoje no Benfica, de Portugal, Anderson Talisca visita centro de treinamento do Bahia, lembra amizade com volante Feijão e desconversa sobre suposta proposta do futebol chinês

O bom filho à casa torna. Na tarde desta segunda-feira, o ditado ganhou vida no Fazendão. Formado nas categorias de base do Bahia, o meia-atacante Anderson Talisca visitou o centro de treinamentos tricolor. O jogador hoje defende as cores do Benfica e está de férias depois de conquistar o campeonato português.

Nesta tarde, Talisca aproveitou para rever antigos companheiros de clube e disse estar feliz por voltar ao lugar onde passou anos de sua vida. Lugar este, por sinal, que deve ter o atleta de volta no futuro, garante ele.

– Sentimento é muito grande. Estou muito feliz de voltar à casa onde fui formado, um grande homem, uma grande pessoa, um atleta. Fui super bem recebido por todos, pelos funcionários, pelo presidente. Estou muito feliz por estar aqui com todos. Eu sempre deixei bem claro, desde minha última palavra como jogador do clube, que um dia, em breve, eu estarei de volta. Tenho meus objetivos, acho que cada jogador tem seus objetivos. Eu, naquele momento que saí daqui, tinha um objetivo, que era alcançar outros objetivos na carreira. Ir para a Europa é um sonho que todo jogador tem. Hoje eu estou num grande clube, que é o Benfica. É um “até breve”. Um dia eu volto – afirmou.

Anderson Talisca e Feijão se abraçam no Fazendão (Foto: Rafael Santana)

O abraço mais caloroso ficou na conta do volante Feijão. Talisca foi recepcionado pelo presidente do Bahia, Marcelo Sant’Ana, e, ao chegar no campo, deu um forte abraço no antigo colega de quarto. O jogador relembrou a boa relação que construiu com Feijão quando ambos estavam na base.

Como todos sabem, foram muitos anos de convívio juntos, naquele quarto ali em cima, nas divisões de base. A nossa amizade é muito verdadeira e sincera. Ele tem todo o meu carinho. Pude revê-lo.

As lembranças são as melhores. Mas o que aconteceu depois de sua saída não foi o melhor dos acontecimentos: o Bahia acabou rebaixado para a Série B. Apesar do descenso, Talisca mostra confiança no acesso tricolor e diz que a sequência de jogos com poucos gols marcados vai ser sanada com muito trabalho.

– Consegue, sim. Meu pensamento é sempre positivo. Sempre fui Bahia desde quando entrei pela primeira pela porta das divisões de base. Me tornei um torcedor do Bahia. Eu saí, o Bahia estava na Série A. Depois acabou descendo para a Segunda. Mas eu sei que o lugar do Bahia é na Série A. O clube está se dedicando o máximo. Eu, como torcedor, espero que o Bahia volte à Série A, que é o lugar onde o Bahia tem que estar. É campeão brasileiro, então tem que estar na Série A. No último jogo, eu pude observar. O Bahia criou muitas oportunidades, mas infelizmente a bola não entrou. Com muito trabalho e dedicação… O gol é consequência do trabalho. Se o Bahia vem jogando bem, trabalhando bem, a bola vai entrar, sim – avaliou.

Marcelo Sant’Ana recepcionou Anderson Talisca nesta segunda-feira (Foto: Divulgação/EC Bahia)

Talisca ainda foi questionado sobre uma suposta proposta do futebol chinês. Nesta semana, o jornal lusitano A Bola garantiu que o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, estaria em viagem à China para tratar da venda do meia-atacante e de outros atletas. Talisca garantiu que não sabia de nada.

– Não posso te informar, porque não sou eu que cuido da minha carreira. Só meus empresários que podem responder à sua pergunta – finalizou.

Revelado pelo Bahia e vendido ao Benfica em julho de 2014, Talisca não conseguiu manter o rendimento da primeira temporada em Portugal, mas foi um dos reservas mais utilizados. Em 78 jogos pelo Benfica, o baiano marcou 20 vezes em duas temporadas.

Leia também:
Especulado no futebol chinês, Talisca desconversa sobre saída do Benfica
Sob os olhares de Anderson Talisca, Bahia treina finalizações no Fazendão
De volta após empréstimo, João Paulo Penha será avaliado pela comissão técnica do Bahia
Hernane e Renato Cajá irão nos ajudar muito – Danilo Pires
Triunfo tem que vir de qualquer maneira, diz Juninho sobre jogo contra o Joinville

Fonte: Ge.com

Comentários
Carregando...