No Maracanã, sem camisa, NÃO!

Consórcio que administra Maracanã pode vetar torcedores sem camisa e em pé

"É legal se o ambiente for tipo Brasil e Espanha, todo mundo brincou, ficou animado, e não houve nenhum conflito", disse presidente do consórcio

O consórcio gestor do Maracanã discutirá com os clubes cariocas mudanças de hábitos para garantir o tripé que a empresa considera essencial para o estádio: acessibilidade, segurança e conforto. O uso de bambus como mastro de bandeiras, tambores, entre outros adereços estão na pauta.

De acordo com o site do jornal “Extra”, o presidente do consórcio, João Borba, afirmou que vetará o uso dos adereços, bem como torcedores sem camisa e em pé durante o jogo. À Folha de S.Paulo, no início da tarde de hoje, recuou e afirmou que qualquer decisão será tomada após reunião com os clubes.

“Não há nada definido ainda. A arena vai conversar com os clubes para ver como eles veem isso e fazer um Termo de Ajustamento de Conduta. Nem mexemos com isso porque isso tem mais a ver com o clube do que com a arena. O clube que tem relação com as organizadas. Tem mais condições de ajustar isso.”

Segundo Borba, as medidas tomadas terão como objetivo garantir os três quesitos considerados importantes pela empresa para gestão do estádio. “A gente pretende que este estádio seja um lugar com fácil acessibilidade, segurança e conforto. Para ter conforto não pode ter briga, situações desagradáveis. A tradução desse tripé é que cada vez venham mais famílias, crianças. É legal se o ambiente for tipo Brasil e Espanha, todo mundo brincou, ficou animado, e não houve nenhum conflito. Tudo que puder atrapalhar isso, a gente fica preocupado.”

Segundo ele, clubes e a concessionária discutirão para chegar a um “meio termo ao padrão Fifa”. Nas competições da entidade, são proibidos instrumentos. O estádio receberá grades para dividir os setores do estádio. Não há previsão de instalação de fossos ou vidros para separar a torcida do gramado.


Tabela interativa da Série A com atualização online

http://uniaotricolorba.com.br/tabelaseriea.asp


Fonte: Folhapress