Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Quem é que manda de verdade?

3

Quem é que manda de verdade?

Exarar críticas ou apresentar erros em meio a derrotas é como chutar ‘cachorro morto’. Sem sair do âmbito canino, é ser oportunista e valer-se do Provérbio Português que diz: ‘Um cão danado. Todos a ele’. Bem como, sair do amor ao ódio e retornar ao amor, apenas pela mudança momentânea de resultados é demonstração explícita de falta de caráter.

Assim como na (indi)gestão do ex-Presidente “Presida” MGFilho “Deputa”, desde o lançamento do Bahia da Torcida em 17 de maio de 2013, vimos: texto após texto, ou nas redes sociais, alertando para o “futuro” que nos esperava.

Temos um clube em estado pré-falimentar. Dívida crescente, falta de credibilidade e, principalmente, ausência de prestígio perante as entidades esportivas.

Não entrarei numa discussão sobre assuntos administrativos. Resumirei afirmando que o caos está estabelecido. O Tricolor está FATIADO e os setores não se comunicam. É um “Deus nos acuda”. Os números de todas as áreas demonstram o descalabro e a inapetência ao qual “estamos submetidos”. 

No último sábado (13), o Conselho Deliberativo do Esporte Clube Bahia se reuniu mais uma vez. Para surpresa de alguns, o que seria uma reles aprovação de prestação de contas, com os repetidos “améns” que assistíamos, deparamo-nos com as intrincadas “ressalvas” de última hora às contas da atual Gestão.

Num ato desesperado, MC Schmidt teria ameaçado renunciar. Eu imploraria para que o fizesse e levasse seus pares com ele. Seu Diretor Financeiro, alegando falta de convite, não compareceu para dar maiores explicações. O Presidente nitidamente foi jogado as feras. Uma repentina mudança de rota ocorreu.

Mas, como Schmidt é aquele que ao ver um microfone, abre a boca, e fala a primeira coisa que lhe vêm à cabeça, apenas preocupado com a repercussão que possa melhorar sua imagem dentro do partido que é filiado, de “homem progressista” de esquerda contestador, não temos como levá-lo a serio: É pura bravata, como sempre!

De acordo com as notícias oriundas ‘lá de dentro’, o nome de Virgílio Elísio teria sido lançado candidato á Presidência do Bahia. Só para lembrar e sem entrar no mérito, o referido pré-candidato “foi”, repito: “Foi (??)” durante anos o homem de confiança de Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF. Também é conhecido por ter o MESMO reconhecimento da Rede Globo de Televisão. Garante ‘os nossos’ horários alternativos de jogos aos sábados 21h00min, ou nas “madrugadas” das 18h30min de domingo. Nem falemos nas frias noites de quinta-feira. O que vale é o plim-plim! Quem sabe a antecipação de verba da TV dependa desta confirmação?!?

Como parece “não haver” o que ser discutido no Bahia, haja vista “não haverem” quaisquer problemas, todos os olhos estão voltados à eleição marcada para o final do ano, numa demonstração inequívoca do quão estão preocupados com a situação deplorável do Esquadrão.

Reza a lenda que “acordos” político-partidários, extramuros ao Fazendão, originários de troca de favores, estão impondo “nomes alheios” ao anteriormente acordado. E que esta imposição desencadeou a rota de colisão entre os detentores do status quo.

Palavras como: “autoritarismo, chantagem e oportunismo”, passaram a ser usadas no trato entre um dos grupos de sustentação e a inapetente direção do Tricolor. Parece que acabou a paz e o amor e a “briga” pelo poder tomou contornos de confronto. As cerimônias do “lava-mãos e beija-pés” parecem ter chegado ao fim. Tudo parece! Depende do que vier por aí…

Agora, o silêncio se faz. Não aparecem responsáveis. Ninguém ajudou a criar ou deu apoio cego a ISTO que aí está estabelecido. As rêmoras desgrudaram e, por hora, abandonaram o seu comensalismo desavergonhado. Os “anotadores” da ideologia alheia e os “tô de olho” ameaçadores aparecerão com a placa de “Ah! Eu já sabia”. Precisam sempre estar grudados a algo. Falta coragem e personalidade. Ou inteligência mesmo. Serão sempre PERUS de alguém, nada mais que isso.

Se houver responsabilidade e seriedade, não devo nem falar de amor ao clube, torna-se inevitável a renúncia coletiva. Do porteiro ao Presidente. Não fica ninguém. As eleições precisam ser antecipadas. Chega de chantagens e candidatos impostos por políticos ora decadentes ou interesses alheios ao clube.

Dentro de campo, o antes chamado “Esquadrão de Aço” passa vexames sucessivos. Faz uma das piores campanhas de sua história. A única luz no fim do túnel que vemos, é a da lanterna que estávamos tristemente segurando e devolvemos ao Vicetória.

Coitado de Schmidt. Coitado do Bahia. Coitados dos verdadeiros torcedores. Parafraseando e adequando a frase dos mais antigos: “Quem não disse amém, agora vai ouvir: Coitado!”. Eles continuam querendo o poder, mesmo vendo o corpo morrer.

Nitidamente, as coisas do Esquadrão parecem estar sendo decididas longe de seu endereço. Quem é o VERDADEIRO 'COMANDANTE', então? O que precisa ser escondido a 7 chaves?

Livremo-nos deles todos então!

Em tempo: Com a suspensão da venda dos títulos de sócio no Esporte Clube Bahia, além do “assassinato” do decidido, quase que por unanimidade, em assembleia, ferindo gravemente a decantada “Democracia” implementada no clube, baseada exclusivamente na SUPOSIÇÃO de alguém, a perda de receita é factual.

Os cofres devem estar abarrotados de dinheiro para se abdicar de receitas em função de interesses pessoais. Ainda se tivessem, ao menos, segurado os patrocinadores…

Como vimos acima, neste momento, o importante é garantir-se no poder e almejar algo a mais. Tem gente que é conhecido por “Só cair para cima”.

Contudo, não só de mortes e perdas podemos falar. Alguém está ganhando. O plano de acesso com desconto aos jogos do Esquadrão, lindamente tratado como “Arena Tricolor” e comandado pelo Consórcio AFN, pode ganhar um “UP” em suas vendas. Ou seja: Mataram vários otários com uma “vibrada” só.

Como sempre, é o Esquadrão garantindo bons resultados para “alguém”. O que vale é dinheiro no bolso e saúde para dar e “vender”.

Ano que vem, veremos onde muitos estarão instalados com seus “traseiros fétidos”, dizendo que estão trabalhando.

Agora entende-se quando e onde essa estratégia foi traçada.

Deus salve o Bahia! Mas, antes me digam quem é que manda de verdade…

Comentários
Carregando...