Rátis foi diligente com a Base

Interventor se apressa em resolver problemas na Divisão de Base

 


O interventor do Esporte Clube Bahia, o advogado Carlos Rátis, assegura que aprovou uma solicitação emitida pelo diretor de base do clube, Carlos Anunciação, ou Carlão como é conhecido. O valor não foi informado, mas de acordo com Rátis, seria para resolver as pendências mais urgentes. “Atendi uma solicitação de Carlão e encaminhei-lhe o valor que foi requerido imediatamente”, esclareceu. Questionado sobre qual a quantia emitida ele hesitou em responder, mas reafirmou que foi emitido imediatamente.

A preocupação em atender ao pedido do diretor se deu depois de uma “revolução” dos atletas nas dependências da Base. Na sexta-feira mais de 130 jovens, entre 14 e 18 anos, que residem na hotelaria da Divisão de Base do Esporte Clube Bahia, localizada no Fazendão no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas iniciaram uma rebelião alegando a falta de lanche há mais de quatro dias.

Os jovens se revoltaram pelo falta do alimento na noite que antecede o jogo na final da Copa Dois de julho de Lauro de Freitas e se diziam incapacitados de irem ao campo. Segundo informações fornecidas ao Bocão News, os garotos começaram a gritar, sacudir móveis, jogaram garrafão de água mineral no chão e iniciaram a bagunça, que só foi controlada com a chegada de um funcionário não identificado que negociou com os jovens.

Ainda segundo as informações, há mais de um mês falta materiais de limpeza e a qualidade do almoço é reprovada pelos garotos, mas a situação piorou consideravelmente nos últimos quatro dias. Entretanto, sobre este ou outros problemas o interventor respondeu que não foi informado, mas vai procurar ser informado para que possa resolver com a mesma brevidade.


Tabela interativa da Série A com atualização online


Fonte: Redação Bocão News