Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Perguntado sobre titularidade, Régis diz querer jogar o tempo que for possível

Meia foi questionado se rende melhor como titular ou entrando no decorrer da partida

Régis concede entrevista coletiva (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
44

Nesta terça-feira (12), o meia Régis concedeu entrevista coletiva no Fazendão. Na entrevista, o jogador respondeu a pergunta que a torcida vem se fazendo: se o seu desempenho é melhor como titular ou entrando durante a partida. Para muitos torcedores, o jogador funciona melhor como um talismã, que entra no decorrer da partida e melhora o desempenho da equipe.

No triunfo por 3 a 0 sobre o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, o meia entrou no segundo tempo e teve uma atuação de gala: iniciou a jogada do primeiro gol, deu assistência para o segundo e fez o terceiro.

Régis declarou que a sua intenção é, acima de tudo, estar jogando, mas diz que o seu trabalho todo é em prol de ser titular. Na temporada, o meia fez 26 partidas, nove como titular:

Quero estar jogando o tempo que for possível. Independente se começar ou entrar, vou dar o meu melhor. Temos um grupo qualificado, e todos podem jogar. Trabalho para estar começando os jogos, ajudando, independentemente de qualquer coisa.

Nesta quarta-feira (13), o Bahia enfrenta o Corinthians, pelo Brasileirão. O treinador interino Cláudio Prates não definiu a equipe titular, mas Régis está disponível para atuar. O meia ressalta que a equipe precisa ser forte para triunfar e diminuir a pressão antes da parada para a Copa do Mundo. Além da força do elenco, o meia salienta a importância da torcida para a conquista do triunfo:

A gente tem esse jogo em casa junto com nossa torcida. Tenho certeza que eles vão nos apoiar, apesar da dificuldade. Precisamos fazer o resultado. Vamos com toda a força para respirar tranquilos nessa parada e partir em busca das próximas competições

Confira o que Régis falou em entrevista coletiva

Gol contra o Corinthians no Brasileirão de 2017
– Foi no final do jogo, estávamos vencendo por 1 a 0. Não lembro se foi um escanteio ou uma falta, aí o Cássio foi para a nossa área. Sabia que era último lance do jogo e tinha que ter atenção. Tiramos a bola, pressionamos, o Allione conseguiu roubar a bola e tive a felicidade de dar a arrancada para coroar nosso triunfo.

Dia dos namorados
– A gente que tem namorada que mora longe, é um gesto que a gente pode fazer nas redes sociais, ligar no facetime. Claro que a gente queria estar juntos, comemorar esse momento. É uma vez por ano. Ela queria muito que estivesse com ela, mas tenho meu trabalho. Temos a vida toda para estar juntos.

Companhia no mundo do futebol
– Muito importante. A gente vive viajando e cada semana em um estado. A cobrança sempre… temos que ter nossa família por perto para conversar, desabafar. Não só nesses momentos, mas eles são importantes por perto.

Comentários
Carregando...