Relações espúrias…

Promotor detona a relação promiscua entre Corinthians e Prefeitura de São Paulo

Ontem, em matéria do Jornal da Record, escancarou-se ainda mais o descalabro do poder público com a população, e o favorecimento explícito ao Corinthians na construção do “Fielzão”.

Além de mostrar famílias moradoras de Itaquera em condições degradantes de moradia, saúde e educação, a reportagem falou com o promotor público Marcelo Milani, que ingressou com Ação de improbidade que possui como réus o ex-prefeito Gilberto Kassab, a Prefeitura, o Corinthians e também a Odebrecht.

“Está se construindo um estádio num terreno que não é dele, com dinheiro público, com concessão de isenção fiscal, e, mais ainda, com pedido de financiamento para o Governo Federal, e com isenção de todo o material de construção que é concedido.”, disse o promotor

“Em nenhum momento foi pedido, ou eu pedi (na Ação Judicial), que se paralise a obra ou a construção do estádio, a nosso ver, não é um problema do poder público, é um problema de quem o constrói. A concessão de incentivos fiscais é que é um problema do poder público. E ele não pode conceder, a nosso ver, isso, sob pena de prática de improbidade”, explicou.

“(sobre os impostos que a Prefeitura abriu mão de cobrar) vão sangrar dos cofres públicos municipais cerca de R$ 500 milhões.”, finalizou.

Certo é que, apenas com os valores que a Prefeitura de São Paulo abriu mão de receber em favor do estádio que pode um dia, se as dívidas do clube com a construtora forem quitadas, ser do Corinthians, daria para se construir 14 hospitais, ou até mesmo 33 mil salas de aula equipadas.

Um escândalo da falta de prioridade.

Além disso, moradores estão sendo despejados a força de terrenos da Prefeitura próximas ao estádio, tratamento diferente do dispensado ao clube de Parque São Jorge.

Afinal, se o Corinthians pode construir um estádio em terreno público, e ainda recebe dinheiro para isso, porque o morador de pouca renda de Itaquera, que certamente precisa mais de incentivo, não é tratado com a mesma “gentileza” ?

CONFIRA ABAIXO, NA ÍNTEGRA, A ESCLARECEDORA REPORTAGEM EXIBIDA NO JORNAL DA RECORD

Tabela interativa da Série A: http://uniaotricolorba.com.br/tabelaseriea.asp


Origem e Imagem: BLOGDOPAULINHO

Autor : Paulinho