Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Reub não descarta retorno futuro

8

Diretor financeiro pede demissão do Bahia, mas não descarta retorno futuro

Reub Celestino diz que deixa cargo pela necessidade de "respirar". Economista garante que não será candidato a presidente do clube nas eleições deste ano

Dirigente pediu demissão do cargo 

A passagem de Reub Celestino, diretor administrativo-financeiro, pelo Bahia durou pouco mais de um ano. Nesta terça-feira, o economista confirmou o pedido de demissão do Tricolor. No período em que esteve à frente do cargo no Fazendão, Celestino lutou para deixar os salários em dia, quitar dívidas anteriores e conviveu com diversos percalços nos bastidores do Tricolor.

– Já tem algum tempo que eu pedi a demissão. Foi exatamente na véspera da morte de Eduardo Campos (então candidato à presidência do Brasil). O presidente me pediu para segurar um pouco e eu segurei. Mas ontem eu chamei ele para concluir minha saída. Conversamos por algumas horas, ele queria que eu continuasse, mas eu precisava sair – confessou Reub Celestino ao GloboEsporte.com.

Por causa da missão de enxugar a folha salarial, o ex-diretor esteve envolvido em diversos atritos com o departamento de futebol do clube. Houve até quem antecipasse uma possível candidatura dele para presidente do clube. No entanto, Reub Celestino garantiu que não participará do pleito no final deste ano.

– Não serei candidato. Sei que algumas pessoas gostariam de me ver como candidato. Possivelmente irei apoiar alguém, mas preciso ver quem são os candidatos. Quanto a um retorno, há possibilidade. Não fechei as portas e não quero que fechem as portas – afirmou o ex-diretor do Bahia.

A diretoria do clube confirmou a saída do dirigente através de uma curta nota no site oficial.

– Lamento e compreendo as razões de Reub. Agradeço pelo trabalho desenvolvido no clube e aproveito para designar o gerente financeiro, Augusto Lima, para responder transitoriamente pelas funções – afirmou o presidente do Bahia, Fernando Schmidt.

Com o apoio do mandatário tricolor, Reub fez um balanço de sua gestão e diz sair do clube com a sensação de dever cumprido.

– Acho que desempenhei um bom papel. As coisas estão bem arrumadas, mas na questão das dívidas vão demorar um pouco mais. Todo mundo sabia que não seria resolvido em um tempo curto assim – finalizou.

Comentários
Carregando...