Rodrigo Becão lamenta empate contra o Atlético-GO: Não era o que a gente queria

Rodrigo Becão, zagueiro do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)

O zagueiro Rodrigo Becão teve a grande responsabilidade de substituir Tiago, capitão do Bahia, no empate em 1 a 1 contra o Atlético-GO na noite desta segunda-feira (11), em Goiânia. Lamentando o empate, Becão falou sobre a diferença na atuação do Bahia entre os dois tempos do jogo.

A responsabilidade de substituir o capitão é muito grande. No meu modo de ver, fiz uma partida consistente. No que eu pude ajudar, ajudei. Não foi o resultado que a gente queria, mas o futebol não é como a gente quer. Não fizemos um primeiro tempo dos melhores. Depois da conversa do Preto no intervalo, pressionamos os caras, tentamos. Mas é ter paciência. Bola pra frente

Rodrigo Becão também revelou que teve um incômodo no pescoço momentos antes da partida que quase o impediu de atuar contra a equipe goiana.

O pescoço eu devo aos funcionários do clube, ao doutor, fisioterapeuta, massagista. Era a oportunidade que eu tinha. Toda vez que a oportunidade aparecer darei o meu melhor

Um ponto a frente da zona de rebaixamento, o próximo desafio do Bahia na luta para se afastar dos últimos lugares do Brasileirão será no próximo domingo (17), contra o Cruzeiro, no Mineirão.

Leia também:
Jogo entre Bahia e Grêmio será apitado por Luiz Flávio de Oliveira, de SP
Ingressos para jogo entre Bahia e Grêmio já estão à venda
Com trabalhos físico e técnico, Bahia segue preparação para pegar o Grêmio
Juninho fala em ter “sequência e ritmo” para voltar a ser titular