Schmidt garante Cristóvão e diz que o “rumo é certo”

Schmidt garante permanência de Cristóvão e opina: "estamos indo pelo caminho que deve ser percorrido"

Presidente do Bahia disse que demissão do treinador não é uma questão a ser discutida e comentou situação da equipe baiana

O empate em 1 a 1 com gosto de derrota diante do Atlético-PR, no último domingo (27), deixou a situação do Bahia ainda mais delicada no Campeonato Brasileiro. Logo após a partida, o presidente Fernando Schmidt se trancou em uma sala com a comissão técnica, onde ficou reunido por mais de trinta minutos.

Bastante sério, o dirigente deixou o vestiário, conversou com o Correio24Horas e falou sobre a permanência do técnico Cristóvão Borges, da situação do time no campeonato e do planejamento para o futuro. "Posso adiantar logo que uma possível demissão da comissão técnica não está nem em pauta. É claro que ele (Cristóvão Borges) vai permanecer no cargo até o final do campeonato, no mínimo. O que precisamos agora, nessa altura dos acontecimentos, é somar esforços, vencer obstáculos com essa união", garantiu.

Muita calma nessa hora

Questionado sobre o motivo da reunião, Schmidt abriu o jogo. "Essa partida não mudou muito a nossa situação em relação ao que nós tínhamos antes da realização dessa rodada. Se fizermos uma avaliação, até melhoramos, mas foi pouco ainda. Não é o suficiente para  nos tirar da faixa de preocupação em relação ao futuro. Nós conversamos bastante com a comissão técnica e, nesse momento, é fundamental a manutenção da unidade e a superação de problemas que possam ser superados pela conjunção de todos esses esforços", disse.

Os jogadores do Bahia não fizeram parte da reunião, mas, de acordo com o presidente, estão cientes de tudo o que foi conversado com o treinador. "Os atletas, que não estavam presentes nessa reunião, têm a consciência da importância do Bahia permanecer na primeira divisão. Mais do que isso, eles têm convicção de que o elenco tem plena consciência da importância de jogar bem, afinal perder e ganhar é consequência do jogo, mas jogar bem é uma necessidade, até para que haja essa harmonia mágica entre torcida e time de futebol", avaliou.

Não deixe de ler:

Arenas das Dunas será garantida com Petróleo

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

Caminho certo

Schmidt não esconde que não está satisfeito com o que está sendo apresentado em campo, mas não vê motivo para desespero. "Sinceramente? A sensação que eu tenho é que nós estamos caminhando pelo caminho que deve ser percorrido, exatamente para atingir nosso objetivo maior de 2013, que é permanecer na primeira divisão. Aí sim, em 2014, poderemos preparar um grande time, uma equipe competitiva, vencedora, como exigem as tradições do Bahia", confessou.

Uma das atitudes de Fernando Schmidt para não deixar que o elenco se abata e não se perca na reta final do Brasileirão, é a realização de reuniões frequentes. O diretor revelou ao Correio24Horas que, na última sexta-feira (25), definiu que fará reuniões semanais com elenco e comissão. "Defini que estaremos lá semanalmente para vivenciar mais de perto o nosso clube, participar mais ativamente. Preciso estar presente, ver o que está acontecendo para poder ajudar e procurar soluções".

Com o empate, o Tricolor chegou aos 37 pontos e está na 15ª posição na tabela. O time baiano contou ainda com uma 'força extra' do maior rival, Vitória, que venceu o Fluminense por 3 a 2, o que fez com que o Bahia superasse o tricolor carioca no número de pontos conquistados.

O próximo confronto do Tricolor no Campeonato Brasileiro será diante do Grêmio, às 16h (horário de Salvador) deste domingo (3). O time baiano está há apenas quatro pontos da zona de rebaixamento.


Fonte e foto: Fernanda Varela – Correio