Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Time do Bahia reclama do juiz e pensa adiante

0

Após tropeço em casa, time do Bahia reclama do juiz e pensa adiante

O empate diante do Coritiba, no fim da tarde deste domingo, que manteve as duas equipes na zona de rebaixamento, repercutiu entre os jogadores do Bahia mesmo após o apito final. Conformados com o placar de 0 a 0, pelo pouco que foi criado, os jogadores do Tricolor baiano contestaram as ações do árbitro e preferiram focar no próximo jogo, diante do líder Cruzeiro.

Advertido com cartão amarelo durante a partida, o atacante Henrique não escondeu o descontentamento com o árbitro Francisco Carlos do Nascimento que, segundo ele, foi responsável por prejudicar as duas equipes.

“Faltou a bola entrar, criamos algumas chances no segundo tempo e jogamos para cima. Acho que quem complicou o jogo foi o árbitro, não gosto de falar do trabalho de ninguém, mas penso que ele prejudicou as duas equipes”, comentou. “Agora vamos trabalhar para a próxima e enfrentar o Cruzeiro fora de casa”.

O técnico Gilson Kleina, que ainda não venceu no comando da equipe pela Série A, assumiu que a partida foi ruim para ambas as equipes, já que continuam na zona de rebaixamento, com os mesmos 17 pontos somados. “Não jogamos tão bem, mas tivemos duas chances de gol. Atuamos contra uma equipe que estava armada no contra-ataque e tivemos uma transição muito lenta, não conseguindo dar ritmo ao jogo”, falou o comandante.

Prestes a dar início a campanha do segundo turno, Kleina reconhece que a campanha da equipe precisa ser superior à cultivada na primeira metade da competição. “Precisamos fazer um segundo turno muito melhor do que o primeiro. Fizemos 17 pontos, o que é pouco para sairmos desta situação. Espero que possamos evoluir”, comentou. “Quando pegamos equipes que não saem para o jogo, quem tem que criar somos nós, e o time está com dificuldades no setor ofensivo”, acrescentou.

Considerando que o Bahia fez apenas quatro gols em nove jogos dentro de casa, o que faz do time um dos piores mandantes da competição, o atacante Kieza avaliou os aspectos que precisam ser melhorados na equipe. “Acho que a gente precisa trabalhar mais a bola no ataque, segurando a posse para fazer as jogadas. Não estamos conseguindo finalizar, mas não podemos desanimar e precisamos trabalhar para sair desta situação”, falou o camisa 9.

Comentários