Um alívio na mente

Preparador físico comemora folga para o Bahia 'descansar a parte mental'

Humilhado pelo rival na final do Baiano e precocemente eliminado na Copa do Nordeste. Isso sem contar queda de técnicos e muita pressão sobre o elenco. Apesar de ter iniciado bem o Brasileiro, o Bahia precisava de um descanso para recuperar a parte mental. Esse é pensamento do preparador físico Rodrigo Poletto.

Devido à pausa do Brasileiro por causa da Copa das Confederações, o time só volta aos trabalhos na sexta-feira, dia 14 de junho. Após isso, só volta aos campos no dia 7 de julho, diante do Corinthians, no retorno do Brasileiro.

"Houve um desgaste emocional grande depois do que ocorreu no Estadual. Os atletas estavam sendo muito cobrados, e esse descanso terá mais valor até do que o físico", comentou o preparador físico ao site A Tarde.

Sobre o objetivo da comissão durante os treinos desta nova intertemporada, Poletto diz que será preciso trabalhar muito para que os atletas suportem a exigência física do sistema de jogo do técnico Cristóvão Borges. "Eles ainda não conseguem manter o mesmo nível físico durante os 90 minutos", afirma.

Aliás, esse será o terceiro período de treinos apenas nesta temporada. Teve 18 dias no início do ano até o começo da Copa do Nordeste. Depois, com a eliminação no torneio regional, ficou mais de um mês se preparando para o começo de sua participação no Baiano. Agora, o time retorna aos trabalhos no dia 14 de junho e terá mais de 20 dias para trabalhar para a volta da Série A –dia 7 de julho, contra o Corinthians.

Fonte: Do UOL, em São Paulo

Foto: GE.COM