Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Vicetória x Bahia :: Ficha Técnica

0

Rivais desesperados fazem do Ba-Vi o clássico mais "precioso" da rodada

Se o Ba-Vi deste domingo fosse disputado três semanas atrás, seria cabível classificá-lo como “jogo dos desesperados”. Os rivais têm melhorado e passaram a ter chances reais de escapar do rebaixamento, mas ainda há grande tensão no ar em Salvador. A partir das 16 horas (de Brasília), a Arena Fonte Nova recebe o clássico mais precioso da 23ª rodada, porque Vitória e Bahia pouco sentiram o gosto de vitória neste Campeonato Brasileiro.

Cada um pode celebrar cinco triunfos até aqui – os que menos venceram no Nacional ao lado de Criciúma e Coritiba. Para escapar da segunda divisão, os rivais precisam aumentar o aproveitamento urgentemente. Com 21 pontos, o Leão da Barra amarga a lanterna, dois pontos atrás do Tricolor de Aço, que é o primeiro fora da zona da degola. Uma vitória no Ba-Vi seria o vislumbre da redenção para ambos.

Desnecessário dizer, portanto, que a vitória rubro-negra rende ultrapassagem e talvez saída do Z-4 ao final da rodada; enquanto o triunfo tricolor afunda o rival na última colocação. “Sabemos que Ba-Vi é um jogo diferente dos outros”, afirma Rafinha, atacante do Bahia. “O nosso adversário também está vindo de uma vitória importante em casa, que certamente dará confiança a eles. Temos que fazer uma partida inteligente, para sabermos aproveitar os espaços deixados por eles.”

Bahia não perdeu nenhum dos cinco clássicos disputados neste ano; o último terminou empatado em 1 a 1

Rafinha deve brigar por vaga no ataque titular com Henrique, que volta a estar à disposição de Gilson Kleina após não enfrentar o Botafogo por questões contratuais. Em compensação, o técnico não terá o suspenso Guilherme Santos, portanto deve usar Pará no lugar.

Em posição ainda mais desconfortável, o Leão da Barra luta contra o conformismo para seguir acreditando que a permanência na elite é possível. “Não podemos aceitar que o Vitória já está na segunda divisão”, refuta o técnico Ney Franco. “Vamos crescer de rendimento. A gente pede que o torcedor se junte nesse projeto de manter o Vitória na primeira divisão”, completa, clamando pela torcida rubro-negra.

Apesar de ser mandante, o Vitória optou por não realizar a partida no Barradão. Os rubro-negros terão 60% dos ingressos da Fonte Nova à disposição para ter maioria no estádio. Como os rivais vêm de triunfos no meio de semana, a expectativa é que a festa seja grande nas arquibancadas.

Vitória x Bahia

Campeonato Brasileiro 2014 – Série A – 23ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 21 de setembro de 2014

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)

Assistentes: Fabio Pereira (FIFA-TO) e Cleriston Clay Barreto Rios (FIFA-SE)

Ausentes: Vitória: Escudero, Neto Coruja, Ayrton e Gustavo; Bahia: Guilherme Santos, Omar e Lincoln

Pendurados: Vitória: Alemão, Danilo Tarracha, Euller, Josa, José Welison, Luiz Gustavo, Neto Coruja, Richarlyson, Roberto Fernández; Bahia: Demerson, Rafael Miranda e Rhayner.

Vitória: Fernandez; Nino Paraíba, Kadu, Roger Carvalho e Juan; Luiz Gustavo (José Welison), Cáceres, Richarlyson e Marcinho; Willie (William Henrique) e Dinei

Técnico: Ney Franco

Bahia: Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Pará; Uelliton, Rafael Miranda e Léo Gago; Maxi (Marcos Aurélio), Rafinha e Kieza

Técnico: Gilson Kleina

Scout Árbitro:

Info Arbitragem brasileirão - Ricardo Marques Ribeiro - Vitória x Bahia (Foto: Globoesporte.com)

 

Comentários
Carregando...