6 milhões na “caixinha”…

Fechando, Bahia e Vitória devem receber da Caixa R$ 6 mi cada

Clubes ainda devem documentações para receber o aporte do banco. Procedimento é necessário para acerto com empresas públicas


Uma vez assinado o contrato de publicidade com a Caixa Econômica, Bahia e Vitória vão receber cada cerca de R$ 6 milhões por um ano. A informação é de Geddel Vieira Lima, vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa. Ele esteve na rádio CBN nesta quinta-feira (27) e, durante o programa CBN Salvador 1ª edição, disse que os dois clubes continuam com pendências. "Ainda não avançamos. A decisão de patrocinar, a decisão política, já está tomada, vai acontecer. Mas Bahia e Vitória precisam antes resolver questões legais. Apresentar os documentos necessários, as CNDs", disse Geddel.

CND significa certidões negativas de débitos, que comprovam a ausência de dívidas fiscais com o governo. É uma exigência para que os clubes acertem contrato de patrocínio com empresas públicas. O Vitória está mais adiantando que o rival. De acordo com Carlos Falcão, vice-presidente financeiro do clube, a diretoria rubro-negra já enviou à Caixa os documentos necessários. A expectativa, de acordo com o dirigente, é que a marca do banco estampe as camisas do clube no retorno do Brasileirão. O Vitória joga dia 7 de julho, contra o Goiás, no Serra Dourada.

Já o Bahia ainda corre atrás de toda a documentação. "Nós já fechamos com a Caixa toda a parte negociável do acordo. Os valores e as propriedades já estão definidos, mas, por cláusula, não podemos revelar ainda. Só o que falta é a parte da CND, que estamos trabalhando para resolver em breve", disse Sacha Mamede, diretor de marketing do Bahia, para o site Máquina do Esporte.

A Caixa Econômica já fechou com Corinthians, Coritiba, Atlético-PR, Avaí, Flamengo e ASA-AL. De acordo com o Diário Oficial da União, o acordo do banco com o Coritiba também é de R$ 6 milhões. Já o Atlético-PR, por ter fechado quando ainda estava na Série B, é de R$ 3,6 mi. O Corinthians receberá R$ 30 milhões, enquanto o Flamengo terá um aporte de R$ 25 mi da Caixa. O ASA-AL assinou por R$ 1 milhão e o Avaí, R$ 1,8 milhões.

Atualmente a construtora OAS é o principal patrocinador de Bahia e Vitória. Especula-se que a empresa pague cerca de R$ 3,5 milhões por ano para estampar sua marca no uniforme dos dois times.

Tabela interativa da Série A: http://uniaotricolorba.com.br/tabelaseriea.asp


Fonte: Editoria Esportes – iBahia.com

Foto: ECB