Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Bahia tem dois gols anulados pelo VAR e perde em casa para o Atlético-PR

Com decisões controversas da arbitragem, Tricolor sai atrás na disputa por uma vaga na semifinal da Copa Sul-Americana

Bahia enfrenta o Atlético-PR na Arena Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)

Na noite desta quarta-feira (24), o Bahia perdeu por 1 a 0 para o Atlético-PR, na Arena Fonte Nova, no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Antes de sofrer o gol atleticano, marcado por Pablo, o Tricolor havia feito dois gols, que foram anulados de forma controversa pelo árbitro de vídeo (VAR).

O jogo de volta acontece na próxima quarta-feira (31), às 21h45, na Arena da Baixada. O Bahia precisa vencer por dois gols de diferença para ir às semifinais. Caso o Tricolor vença por 1 a 0, a decisão da vaga será nos pênaltis.

O JOGO

Primeiro tempo

O Bahia, jogando em casa, começou melhor na partida, buscando o ataque. Com quatro minutos de jogo, Gregore arriscou rasteiro de fora da área e o goleiro Santos fez uma defesa tranquila. Aos oito, Nino Paraíba cruzou na área para a cabeça de Elton. Santos defendeu novamente.

O Tricolor teve o seu primeiro gol anulado aos 22 minutos de jogo. Edigar Junio recebeu na área, passou pela marcação e cruzou. Santos rebateu. Zé Rafael tentou de cabeça e a zaga bloqueou, mas a bola sobrou para Clayton, que tentou duas vezes até conseguir balançar a rede. O árbitro argentino Fernando Rapallini havia dado o gol, mas após consultar o árbitro de vídeo, viu falta no lance. Para ele, o segundo chute de Clayton foi uma jogada imprudente, pois a perna do atacante tricolor passou rente a cabeça de Nikão.

Mesmo após este banho de água fria, o Bahia seguiu no ataque. Aos 36, Ramires recebeu e encontrou Paulinho na esquerda. O lateral bateu rasteiro e o zagueiro Léo Pereira tentou o corte, mas quase fez gol contra. Quatro minutos depois, Gregore roubou a bola na intermediária, avançou e bateu rasteiro, mas a bola foi ao lado do gol de Santos.

O Atlético-PR teve a sua primeira boa chance no final da primeira etapa. Aos 45, Pablo recebeu na esquerda e tocou para o meio, Marcelo Cirino fez o corta-luz e Lucho González chegou batendo de primeira para grande defesa de Douglas.

Segundo tempo

No primeiro minuto da segunda etapa, o Bahia teve o seu segundo gol anulado. Nino Paraíba recebeu na direita e bateu rasteiro. Ramires apareceu de surpresa na área e desviou para o gol. Após a comemoração do time e da torcida, o árbitro de vídeo orientou o juiz a anular o gol, assinalando impedimento do meia tricolor. Porém, mesmo com a análise do VAR, o lance é controverso.

Com isso, o Atlético-PR cresceu na partida. Aos 15, Jonathan avançou pela direita e cruzou. Jackson tentou afastar e quase marcou contra, mandando para escanteio. Na cobrança, Lucho González quase fez um gol olímpico.

O goleiro Santos conseguiu salvar o Atlético-PR com duas grandes defesas. Aos 20 minutos, após cruzamento na área atleticana, Zé Rafael dividiu com Jonathan e o goleiro fez a defesa no reflexo. No lance seguinte, após escanteio na área, Lucas Fonseca cabeceou para o gol e Santos fez grande defesa novamente.

Numa das suas poucas chances na partida, o Atlético-PR conseguiu abrir o placar. Aos 21, após chutão do goleiro Santos, Nikão fez o pivô e desviou de cabeça para Pablo que, quase sem ângulo, bateu forte, sem chances para Douglas.

Os dois gols anulados e o gol sofrido deixaram o Bahia abatido e o Tricolor quase não criou mais chances. A melhor delas foi aos 40, quando, após escanteio na área, Jackson cabeceou para o gol, a bola desviou em Júnior Brumado e saiu.

O Atlético-PR ainda teve chance de ampliar. Aos 47, Rony recebeu na área, arriscou para o gol, mas pegou mal e a bola subiu demais.

FICHA TÉCNICA
Bahia 0 x 1 Atlético-PR
Copa Sul-Americana – Quartas de final (1º jogo)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 24/10/2018
Horário: 21h45
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa e Gustavo Rossi (ambos da Argentina)
Árbitro de vídeo: Gery Vargas (BOL), auxiliado por Nicolas Gallo (COL) e Hernan Maidana (ARG)

Cartões amarelos: Júnior Brumado (Bahia) / Léo Pereira, Lucho González, Pablo e Marcelo Cirino (Atlético-PR)

Gols: Pablo (21/2º)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Paulinho; Elton (Vinícius) e Gregore; Clayton (Marco Antônio), Ramires e Zé Rafael; Edigar Junio (Júnior Brumado). Técnico: Enderson Moreira.

Atlético-PR: Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Lucho González (Bruno Guimarães), Wellington e Raphael Veiga (Rony); Marcelo Cirino (Thiago Heleno), Nikão e Pablo. Técnico: Tiago Nunes.

Comentários
Carregando...