Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

‘Chefão’ da ‘La Liga’ quer ajudar clubes brasileiros na criação de Liga Nacional

1

Todo-poderoso da Liga Espanhola quer ajudar clubes brasileiros em criação de Liga Nacional

Todo-poderoso do futebol espanhol apoia criação de Liga no Brasil

Todo-poderoso do futebol espanhol apoia criação de Liga no Brasil – Divulgação

Os clubes brasileiros que desejam a criação de uma Liga Nacional conseguiram importantes aliados nas últimas semanas. No mês passado, em encontro ocorrido em Madri, mandatários de algumas das ligas mais poderosas do mundo, como a Espanhola, a Inglesa e a Portuguesa, se colocaram à disposição para ajudar os times sul-americanos na empreitada. O apoio mais significativo é do todo-poderoso do futebol espanhol, Javier Tebas.

Conforme apuração do ESPN.com.br, o advogado espanhol, considerado um dos cartolas mais influentes da Europa e atual presidente da Liga de Futebol Profissional da Espanha, é um dos defensores mais ferrenhos da criação de uma Liga no Brasil. Javier Tebas, inclusive, estuda uma Liga Brasileira há mais de quatro anos e é um entusiasta do assunto, já que é fã confesso do esporte praticado no país pentacampeão do mundo.

Em seminário internacional realizado no mês passado em Madrid, com participação do CEO do Flamengo, Fred Luz, de Mário Celso Petraglia, presidente do Atlético-PR, e de José Carlos Peres, CEO do G-4 Paulista, Javier Tebas confessou aos brasileiros sua paixão pelo futebol brasileiro e se mostrou indignado com os rumos do esporte por aqui. O dirigente ainda confessou ser um estudioso de uma hipotética Liga Brasileira.

O presidente da Liga Espanhola se colocou à disposição para vir ao Brasil sempre que necessário fazer exposições e participar de eventos com os clubes, explicando como funciona a Liga Espanhola e buscando ajudar na luta para a criação de uma Liga Brasileira, a exemplo do que ocorreu na Espanha, em 1984, e mudou os rumos do futebol no país.

Outro que se mostrou bastante entusiasmado com o tema foi o executivo do futebol britânico David Alan Gill, CEO do Manchester United e vice-presidente da The Football Association, a federação de Futebol Inglesa, e ex-vice do G-14, organização dos grandes clubes europeus que antecedeu a atual Associação de Clubes Europeus.

Assim como ocorreu com Tebas, Gill disse aos brasileiros em conversas de bastidores que apoiava a criação de uma Liga no futebol brasileiro e se colocou à disposição para vir ao país para a realização de exposições e conversas com as agremiações interessadas. Luis Duque, presidente da Liga Portuguesa de Futebol, foi outro a apoiar o projeto.

Cartola da Liga Espanhola quer ajudar clubes no Brasil – Divulgação

A empreitada para o nascimento de uma Liga independente no Brasil ganhou força em 2015. Em guerra com as federações locais, grandes times do Paraná, Rio de Janeiro e Minas Gerais colocaram o assunto em pauta nos últimos meses. Por enquanto, os times que apoiaram publicamente a iniciativa foram Flamengo, Fluminense, Coritiba, Atlético-PR, Paraná e Cruzeiro.

De acordo com o blog do Mauro Cezar Pereira, o Flamengo já encontrou o formato para a criação de uma Liga dos Clubes de Futebol, que funcionaria no período dos estaduais. Aliado ao Flu, o time rubro-negro planeja uma apresentação pública e levar a iniciativa adiante aos mandatários das demais agremiações brasileiras.

Antes da criação de uma Liga Brasileira de Futebol, existem conversas para a fundação de uma Associação Brasileira de Clubes, articulada pelo CEO do G-1 Paulista, José Carlos Peres. A ideia seria dar mais poder aos times nacionais, que passariam a cuidar mais de seus assuntos próprios e deixariam a CBF concentrada na Seleção.

O projeto também foi apresentado no seminário em Madri e recebeu o apoio de representantes de clubes como Porto, Benfica, Atlético de Madrid, Sevilla e Barcelona.

Comentários
Carregando...