Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

‘Coerência’: Kleina justifica espera por volante e repetição de time

0

Kleina revela espera por Uelliton, e explica repetição do time: “Coerência”

Treinador diz que, caso volante não tem tenha condições de jogo, Feijão será o substituto. Ausências de Fahel e Titi entre os titulares são confirmadas pelo técnico

Após o treino desta terça-feira, o técnico do Bahia, Gilson Kleina, deixou claro que a ideia é manter o time que venceu o Figueirense, nesta quarta-feira, diante do Botafogo, às 22h (horário de Brasília), no Maracanã. No entanto, o volante Uelliton, que não treinou nesta terça-feira, liberado para resolver questões particulares, ainda não tem presença garantida. Isso porque o jogador se queixou de desgaste, após a partida. Kleina disse que pretende esperar pelo jogador, mas caso ele não tem condições, já tem o substituto escolhido. Para ele, a manutenção da equipe é uma questão de coerência.

– Ainda estou aguardando Uelliton. Falei com grupo que quero repetir a equipe, porque é minha obrigação ser transparente. A equipe jogou bem e teve uma boa postura diante do Figueirense. Se Uelliton não reunir condições, o Feijão pode fazer essa dinâmica sem mudar muito a forma de jogar.  Essa manutenção é importante para dar confiança para todo elenco e para que veja que a gente tem que trabalhar com a coerência – disse o treinador.

Rafael Miranda e Marcos Aurélio durante treinamento do Bahia no estádio de Pituaçu (Foto: Divulgação/E.C. Bahia)

Rafael Miranda tem presença confirmada no jogo desta quarta-feira 

Sobre as ausências dos titulares Fahel e Titi, que retornam, após cumprimento de suspensão, o treinador disse que é preciso deixar a vaidade de lado pelo bem do Bahia. O treinador fez elogios à dupla, mas disse que acredita no melhor momento dos 11 que atuaram diante do Figueirense.

– O Titi e o Fahel têm todo meu respeito. Em todo grupo que trabalho, primo pela coerência. Se não tivermos vaidade, pode conseguir os objetivos. Só 11 podem jogar e preciso pensar no Bahia, no grupo, e na instituição. Tivemos ausência do Uelliton no treino e estou aguardando. Mas quanto a Fahel e Titi, quem sabe não terminamos o jogo com eles – disse.

Para o treinador, o mais importante é o Bahia repetir o que fez no último domingo, diante do Figueirense, quando venceu por 3 a 0. Para ele, é importante somar pontos no Rio de Janeiro, mesmo pregando respeito ao Botafogo.

– O espírito tem que ser de tudo que a gente já vinha apresentando, mas principalmente do último jogo. Nossa equipe entrou super determinada. Superamos vento, gramado, a equipe jogou e demonstrou resultado convincente. Temos que sair com essa confiança e buscar resultados fora. É de grande e valia que a gente consiga pontos lá. Cientes que vamos enfrentar uma equipe que terá o retorno de muitos desfalques, tem tradição, mas a gente também está buscando nosso espaço na competição – disse.

Comentários