Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Com futebol em recessão, Copa do Nordeste tem aumento de 22% na renda

49

Com futebol em recessão, Copa do Nordeste tem aumento de 22% na renda

Encerrada na semana passada, a Copa Nordeste conseguiu um aumento de 22% na sua receita de patrocínio em um ano de recessão no futebol. No total, foi atingido o patamar de R$ 15 milhões em rendas em 2014. É um valor ainda consideravelmente menor do que Estaduais de Rio e SP, mas bem superior às outras competições da região.

O modelo de negócios da chamada Lampions League funciona assim: os direitos pertencem ao canal Esporte Interativo em contrato que se estende até 2018. Com parceiros comerciais, o canal obtém rendas por meio patrocínios, fora o lucro com assinaturas. Quando aumentam as receitas com as cotas, a Liga do Nordeste recebe uma parte e, por consequência, os clubes participantes.

“Tivemos um aumento de 22%. Do total recebido, pagamos as despesas com passagens, hospedagens, arbitragem. Do que sobra, sai a cota para os times. A CBF não paga nada para nós'', contou o presidente da Liga do Nordeste, Alexi Portela.

No total, em 2014, foram cinco patrocinadores, e oito apoiadores, entre outras empresas parceiras. Além do Esporte Interativo, há empresas que em consórcio realizam a negociação dos direitos da competição.

Segundo dados do EI, o campeão Ceará recebeu R$ 5,5 milhões. Comparado o valor por jogo, a cota é bem superior a do Brasileiro da Série B, gerida pela CBF: são R$ 463 mil contra R$ 199 mil no caso do time cearense.

A média de público foi levemente superior a do Paulista (Estadual mais popular do país): foram 7.840 contra 7.598 pagantes. Claro, é preciso lembrar que são menos jogos em um formato mais enxuto, o que, aliás, poderia ser pensado para os regionais.

Para se chegar a esses números, os organizadores da Copa do Nordeste trabalham com uma promoção ainda não vista em outros campeonatos como o Brasileiro da Série A. Há mascote, bola do torneio, tour da taça, entre outras ações. São medidas comuns na Europa e para as quais só agora a CBF começa a acordar. Foi assim que o torneio nordestino furou a recessão do futebol.

PS: No campo esportivo, o presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues, pretende pedir à CBF mais uma vaga na Copa Sul-Americana para a Copa do Nordeste. Atualmente, o campeão tem classificação garantia para o torneio.

Comentários
Carregando...