Cristóvão deve fazer cinco mudanças para pegar o Grêmio

Por atacado: Cristóvão deve fazer cinco mudanças para pegar o Grêmio

Cristóvão Borges fará mudanças na equipe titular do Bahia

Cristóvão Borges (Foto: Rafael Santana)

 

Time do Bahia que entra em campo neste domingo será bem diferente daquele que enfrentou o Atlético-PR. Laterais saem por opção do treinador


Quando um time vai bem no campeonato, embala uma sequência de resultados positivos, costuma-se repetir aquele velho ditado: 'em time que está ganhando não se mexe'. No Bahia, no entanto, a situação é exatamente oposta. O time vem de uma sequência de quatro jogos sem vitórias, ocupa a 15ª posição na tabela e luta contra o rebaixamento. Então, é natural que Cristóvão promova substituições na equipe titular. E assim será contra o Grêmio. Em relação ao time que entrou em campo no último final de semana, serão cinco mudanças.

À primeira vista, pode parecer que o treinador está completamente insatisfeito com o time e vai mudar por atacado. Mas não é bem assim. A maioria das alterações serão forçadas, por causa de suspensões ou lesões. Contra o Atlético-PR, Hélder recebeu cartão vermelho e não joga. Fahel deve assumir a vaga. Em fase de recuperação de uma lesão na coxa, Marquinhos dará lugar a Souza. No ataque, Fernandão volta de suspensão, e Obina senta no banco de reservas.

Vamos votar:

A maior Torcida do Nordeste

A BELA Tricolor Katiely Kathissumi precisa do seu voto

Não deixe de ler:

Bahia tem conta bloqueada pela justiça

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

As outras duas mudanças são por opção técnica. E são justamente nas duas laterais. Alvo de vaias da torcida sempre que joga na Arena Fonte Nova, o lateral Madson perdeu a vaga para o volante Fabrício Lusa. Na esquerda, lado por onde tem saído muitos gols contra o Tricolor, sai Raul para a entrada de Jussandro.

Apesar da mudança nas duas alas, o técnico Cristóvão Borges nega que tenha perdido a confiança nos dois laterais que atuaram a maior parte do campeonato.

– Não tem essa de perder a paciência. Eles (Raul e Madson) estão sempre aí, jogando. A cada partida, a depender do que eu necessite, eu troco. Tem também o lado do outro jogador que está trabalhando, se apresenta bem, e eu dou oportunidade. Se tem oportunidade, a gente coloca – comenta.

Cristóvão Borges (Foto: Rafael Santana)

Treinador escolheu o atacante Souza para jogar no lugar de Marquinhos, machucado

Na manhã desta sexta, antes de embarcar para Porto Alegre, o Bahia realizou o último treino em Salvador. Cristóvão Borges armou o time com Marcelo Lomba; Fabrício Lusa, Lucas Fonseca, Demerson e Jussandro; Fahel, Feijão e Rafael Miranda; Souza, Wiliam Barbio e Fernandão.

Chama a atenção nessa escalação a ausência de um jogador com características de fazer a ligação do meio com o ataque. Os três volantes são mais marcadores, e os três homens de frente são atacantes de origem. Embora tenha no banco Anderson Talisca, que deu uma assistência para Obina contra o Furacão, Cristóvão Borges escolheu Souza para desempenhar essa função.

O treinador do Bahia justifica a aposta e explica a escolha do 'Caveirão'.

– O Souza jogou dois jogos e deu duas assistências. Por causa disso, não tem problema jogar um ou outro (Souza ou Anderson Talisca). Jogar com dois homens abertos, como a gente joga, e não ter um homem específico de ligação, estava tornando nossa criação um pouco difícil. O Souza faz bem isso. Estou tentando com ele – defende Cristóvão.

Bahia e Grêmio se enfrentam na arena gremista, neste domingo, às 17h (horário de Brasília). O Tricolor tem 37 pontos, quatro a mais que a Ponte Preta, clube que abre o Z-4. O Grêmio tem 53 pontos e ocupa a 3ª posição.


Fonte e Foto: Rafael Santana – GE.COM