De dispensado, a indispensável.

Antes dispensado, Ryder está perto de acertar permanência no Bahia

Tricolor baiano iniciou negociações com a Fiorentina pela renovação do empréstimo do atacante, que chegou a figurar na lista de dispensados

A história do atacante Ryder no Bahia estava com os dias contados, mas ganhou novos contornos nas últimas semanas. Com contrato de empréstimo com o Tricolor previsto para terminar no dia 30 de junho, o jovem de 20 anos, que pertence à Fiorentina, da Itália, chegou a figurar na lista de jogadores dispensados após a goleada de 7 a 3 sofrida para o Vitória. Entretanto, com a chegada de Cristóvão Borges ao Fazendão, quinze dias, o baiano de Seabra conquistou o seu espaço e ganhou a vaga de titular no ataque tricolor.

Com as boas atuações no setor ofensivo do Bahia, o cenário virou a favor de Ryder. Cristóvão pediu a permanência dele ao diretor de futebol, Anderson Barros, e as negociações estão avançando. O impasse para a permanência do atacante, a princípio, era a questão financeira, que a Fiorentina exigiu uma quantia em dinheiro para renovar o seu empréstimo. que, de acordo com Ryder, talvez isso nem seja mais problema.

– Anderson Barros já me falou que está negociando com meu empresário para que eu fique aqui. A Fiorentina não vai mais pedir dinheiro para a renovação do empréstimo – afirma o jogador.

Mesmo que o clube italiano mantenha a posição inicial em relação ao empréstimo de Ryder, o Bahia se mostrou disposto a pagar pelo atacante. Em entrevista exclusiva ao GLOBOESPORTE.COM, o presidente Marcelo Guimarães Filho garantiu que fará um esforço para segurar o jogador para a disputa do Campeonato Brasileiro

– No caso do Ryder, na última conversa que a Fiorentina teve com a gente, queria dinheiro para renovar, e a gente não tinha condição de pagar na oportunidade. Se for o caso de a gente voltar atrás nessa decisão, se houver o pedido de Cristóvão pela avaliação técnica, vamos ter que passar por essa negociação com a Fiorentina. Se for o caso de ter que colocar dinheiro… – avalia o mandatário tricolor.

Titular nas três primeiras rodadas do Brasileirão, Ryder foi autor de um belo gol contra o Internacional, o primeiro do triunfo por 2 a 1 sobre o time colorado. Foi também a primeira vez que ele balançou as redes como jogador profissional, e logo em grande estilo.

– Vi que o zagueiro estava chegando para trás. Era minha única opção (chutar de fora da área). Fui muito feliz – conta.

Fonte Por Rafael Santana e Thiago Pereira – GLOBOESPORTE.COM. em 03/06/2013

Foto: ECB divulgação