Desce?

Guia: Timão tem mesma chance de cair que São Paulo; Timbu com 100%

Corinthians vive sequência ruim no Brasileiro e fica em situação igual à do rival São Paulo, que já frequentou a zona de rebaixamento

Há quatro rodadas, seis pontos separavam o Corinthians da zona de rebaixamento. Não era uma distância das mais confortáveis, mas também não era tão desesperadora quanto a do seu rival São Paulo, que estava a um de entrar no Z-4. O risco do Timão disputar a Série B no próximo ano era de 3%, bem mais suave que os 25% dos tricolores naquele momento. A sequência de três empates e a derrota para o Grêmio, porém, empurraram o time do ameaçado técnico Tite para situação igual à vivida pelos comandados de Muricy Ramalho, que somaram três vitórias e um empate neste período. Agora, a chance do Corinthians cair é de 8%, exatamente a mesma do São Paulo. Os cálculos são do matemático Oswald de Souza.

Mesmo que distantes do sonho de conquistarem um lugar no G-4, ainda há 1% de chance para os dois paulistas. Mas nessa briga quem aparece mais vivo é o Goiás, que subiu de 8% para 14% de possibilidade de entrar no grupo que se classifica para a Libertadores de 2014. Com a derrota do Botafogo para o Vitória, os goianos diminuíram a diferença para os cariocas, mas seguem empatados com os baianos na pontuação: 43 pontos.

chances clubes rodada 29 (Foto: Editoria de arte / Globoesporte.com)

Na luta pelo título, parece questão de tempo para o Cruzeiro elevar os 96,5% de chance para o nível máximo. Nas contas do matemático Oswald de Souza, o segundo colocado, Grêmio, só tem 2% de esperança de buscar o caneco. O Atlético-PR tem 1%, e o Botafogo, quase sem possibilidade, está com 0,5%.

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

Na zona de rebaixamento, o matemático considera o Náutico rebaixado, mesmo que some todos os 27 pontos restantes, o que elevaria sua pontuação de 17 para 44 pontos. Até porque a zona de corte deve aumentar. Quem chegar a 43 pontos, terá 80% de possibilidade de cair. Somente com 47, 48, será possível garantir a permanência, segundo Oswald. E o Vasco, com a derrota, subiu o risco para 55%.


Fonte e Arte: GE.COM

 

Desce?

Guia: nove clubes correm no mínimo 10% de risco de serem rebaixados

Com torneio embolado, quase metade da tabela tem maiores ameaças de queda. Além disso, 12 times brigam tanto para fugir do Z-4 e entrar no G-4

Hora da reação na parte de baixo da tabela. Seis dos dez últimos colocados do Campeonato Brasileiro venceram na 27ª rodada e embolaram de vez a competição. A distância do Atlético-MG, quinto lugar e primeiro fora do G-4, para o 17º, líder da degola, é de apenas sete pontos. Com isso, agora já são nove clubes, quase metade de todo o torneio, correm no mínimo 10% de risco de caírem para a Série B segundo cálculos do matemático Oswald de Souza. Fora o Náutico, virtualmente rebaixado com 99,8%, os mais ameaçados são: Ponte Preta (89%), Criciúma (60%), Vasco (33%), Coritiba (26%), São Paulo (20%), Portuguesa (18%), Fluminense (15%) e Bahia (10%).

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Outros com menores riscos, mas ainda sem estarem salvos, são Corinthians e Santos (6%), Goiás (5%), Internacional e Flamengo (4%), Vitória (3%) e Atlético-MG (1,2%). Segundo Oswald, a probabilidade de queda maior do Coritiba do que a do São Paulo, apesar do Coxa ter um ponto a mais na tabela, se aplica ao momentos dos clubes. O clube paranaense, que começou o campeonato como um dos postulantes ao título, tem a pior campanha do returno ao lado de Criciúma e Corinthians, com só seis pontos em oito jogos.

tabela Chances clubes 11/10 Matemáticos 2 (Foto: Editoria de Arte)

Se a briga está acirrada para fugir do Z-4, a disputa pelo G-4, por sua vez, está mais bem encaminhada. Mesmo com só um dos quatro primeiros vencendo na rodada: o Botafogo. Com o Cruzeiro já garantido na Libertadores, as três vagas restantes têm grandes chances de terminarem com o segundo, terceiro e quarto colocado: Grêmio (93%), Botafogo (81%) e Atlético-PR (76%). Todos os seus 12 concorrentes têm menos do que 10% cada um de conseguir a classificação para o torneio continental.

Os mais próximos do trio são Vitória (8%), Flamengo e Inter (ambos com 7%). Porém, ao todo, 12 clubes brigam tanto para escapar da degola quanto para entrar no G-4: Vitória Flamengo, Inter, Goiás, Santos, Bahia, Corinthians, Portuguesa, Fluminense, Coritiba, São Paulo e Vasco. O Atlético-MG, que ainda está ameaçado, já está garantido na Libertadores por ser o atual campeão.

Guia do título

Mesmo com a derrota para o São Paulo em casa, o primeiro revés no novo Mineirão, o Cruzeiro segue com uma mão na taça, com 96,5%. A vantagem de 11 pontos do líder para seu concorrente mais próximo continua intacta graças ao vice-líder Grêmio, que também foi surpreendido dentro de seus domínios para o Criciúma. A probabilidade matemática de título do Tricolor Gaúcho permanece mínima, com 2,5%. Já as chances de Botafogo, apesar de bater o Náutico e voltar a vencer depois de cinco jogos no Brasileiro, e Atlético-PR, vindo de um empate com o Corinthians, são abaixo de 1%: o Alvinegro tem 0,7%, enquanto o Furacão sobrevive no páreo com apenas 0,3%.


Fonte e Arte: GE.COM

 

Desce…?!?

Dupla BAVI pode ter posições alteradas com partidas de hoje

Três partidas, que acontecem na noite desta quarta-feira (12), pelo Campeonato Brasileiro podem alterar as posições dos clubes baianos na tabela de classificação. Serão os últimos jogos da competição antes da paralisação para a Copa das Confederações que será realizada neste mês de junho no Brasil.

Em jogo adiado da 2ª rodada, a Portuguesa recebe o Fluminense no Canindé. Em caso de triunfo do clube carioca, o rubro negro baiano perderá uma posição na tabela de classificação.

A partida entre Grêmio e São Paulo, pela 5ª rodada da competição, é a mais importante e irá influenciar diretamente na classificação da dupla BaVi. Em caso de empate, o tricolor baiano irá perder duas colocações na tabela.

Um triunfo do time paulista será ruim tanto para Bahia, quanto para Vitória, já que ambos serão ultrapassados pela equipe comandada por Ney Franco. Já uma vitória gremista, acarretará na perda de uma posição do Esquadrão, mas poderá não afetar a posição do rubro negro baiano, já que o saldo de gols do Leão é muito superior ao do tricolor gaúcho. Sendo assim, obrigatoriamente, o tricolor baiano irá perder uma colocação após o término desta partida.

Santos e Atlético-MG complementam a derradeira rodada antes da folga dos clubes brasileiros e não irá influenciar no posicionamento de Bahia e Vitória na tabela de classificação do Brasileirão.

Fonte: Leonardo Santana – Bocão News