Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Diretor ‘explica’ proibição de novas associações

0

Diretor fala sobre proibição de novos associados: "Para preservar a democracia do Bahia"

Diretor fala sobre proibição de novos associados: "Para preservar a democracia do Bahia"

A eleição para presidente no final do ano e a situação complicada no Campeonato Brasileiro deixam o Bahia em alerta. Para piorar, no último sábado (6) o conselho deliberativo do clube decidiu que não poderá mais registrar novos associados até a data da próxima eleição, quando será escolhido o novo presidente para os próximos três anos. Essa decisão polêmica causou espanto e preocupação dos tricolores. Em entrevista para o Jornal da Metrópole, o diretor de Negócios do Bahia, Pablo Ramos, explicou o por quê de proibir o torcedor de se associar ao clube antes das eleições.

O diretor disse que barrar os novos associados é uma forma de preservar a democracia do clube. "Nós assumimos o compromisso de que não poderíamos alterar o estatuto do Bahia, seja lá qual item for. Não era possível mexer no estatuto. O Bahia é o único time que o sócio entra no clube e não tem período de carência para votar. De que forma poderia evitar um abuso do poder econômico? Alguém [candidato] que tem poder econômico grande, tem facilmente 3 mil até 5 mil sócios, com apenas uma mensalidade, influenciando o colégio eleitoral a determinar quem vai vencer as eleições. Nosso estatuto não permite pagar anualmente, só mensalmente. Não temos como mexer na mensalidade, nem no período de carência. Então a medida é para preservar a democracia do Bahia", disse Pablo, que prometeu que, após as eleições, o clube abrirá as portas para os novos sócios.

Comentários
Carregando...