Eleições do Bahia: Chapa “Revolução Tricolor” sofre pedido de impugnação

Eleição do Bahia está marcada para sábado, na Arena Fonte Nova (Foto: Raphael Carneiro)

Concorrente ao Conselho Deliberativo nas eleições deste sábado (9), a chapa “Bahia Clube do Povo” entrou com pedido, na manhã desta quarta (6), para impugnar a chapa “Revolução Tricolor”. O pedido esta sendo analisado pela Comissão Eleitoral.

Representantes da chapa “Bahia Clube do Povo” abriram o processo considerando a Seção IV do estatuto do clube, que se refere à eleição do Conselho Deliberativo. De acordo com o texto: “Não poderão concorrer aos cargos do Conselho Deliberativo sócios que mantenham vínculo empregatício com o Esporte Clube Bahia”.

Em entrevista ao site Globo Esporte, Carlos Eduardo, representante da Revolução Tricolor, declarou que não se preocupa com o pedido de impugnação, pois o caso conta com uma ressalva. Como Marcelo Sant’Ana e Pedro Henriques foram eleitos com votos diretos dos sócios, eles ocupam cargos estatutários. Os únicos que possuem vínculo empregatício com o clube são aqueles que foram contratados, como diretores e coordenadores

Não tem fundamento. Muito menos fundamento jurídico. Estamos tranquilos em relação ao caso e temos certeza que Marcelo [Sant’Ana] e Pedro [Henriques] continuarão ajudando o Esporte Clube Bahia, agora como conselheiros. Já estamos elaborando a defesa para enviar a Comissão Eleitoral do clube.

Jaime Barreiros, Presidente da Comissão Eleitoral do Bahia, foi consultado pela equipe do site Globo Esporte e respondeu afirmando que o recurso está sendo analisado e aguarda a defesa da “Revolução Tricolor”.

Leia também:
Empresário declara que Eder está deixando o Bahia rumo ao Novorizontino
Santos está interessado em Diego Cerri, mas presidente diz desconhecer negociação
Guilherme Bellintani avalia proposta do São Paulo por Jean: “Ainda não é suficiente”
Lateral-esquerdo Juninho Capixaba é sondado pelo Corinthians