Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Explode número de cartões por reclamação após determinação da CBF

6

Após determinação da CBF, explode número de cartões por reclamação no Brasileiro 2015

O árbitro Nielson Nogueira Dias

Número de cartões amarelos aumentou bastante desde recomendação da CBF – Gazeta Press

A determinação que a comissão de arbitragem da CBF para que os árbitros não tolerem mais reclamações fez com que o número de cartões amarelos por esse motivo explodirem em 2015.

De acordo com as súmulas de todas as partidas nas três primeiras rodadas da edição 2014 do Brasileiro, foram aplicados seis cartões amarelos por causa de contestações de atletas. Neste ano, foram dados nada menos do que 32 amarelos e um vermelho para Walter, do Atlético-PR. Ou seja, um crescimento de mais de cinco vezes (a súmula de Avaí 2×1 Flamengo ainda não havia sido divulgada) em comparação com o ano anterior.

Os times mais 'esquentadinhos' são o Vasco e o Palmeiras, ambos com cinco advertências por "reclamação com o árbitro".

"Está muito difícil, a gente não pode nem conversar que eles já nos dão o cartão amarelo", reclamou o jogador Robinho, do time alviverde, neste domingo, após a partida contra o Goiás.

O técnico Vanderlei Luxemburgo é outro crítico da medida. Após a derrota contra o Avaí, atacou a arbitragem. "Acho complicado quando colocam aquela pressão quatro jogadores em cima para pressionar, mas não é isso que está acontecendo. Agora ninguém pode mais conversar com eles, são coisas desnecessárias, tem que haver o diálogo, sem desrespeito, é claro".

A decisão foi endossada por uma circular feita pela comissão dos árbitros. "As recorrentes e acintosas reclamações, individuais ou em grupo, contra as decisões do árbitro e de qualquer oficial da arbitragem, tanto durante como após o encerramento das partidas, exigem adoção de medida disciplinar adequada, pois as regras do jogo, o permitem e exigem".

Confira Tome-lhe cartão! CBF não quer juízes 'fracos' e faz ameaças.

Em outro trecho, o documento mostra a tolerância zero contra reclamações. "Qualquer pessoa que, durante ou ao final da partida, se dirigir à equipe de arbitragem,para aplaudir (de forma irônica), reclamar de qualquer marcação ou ofender a equipe de abirtragem deverá ser EXPULSA (se for jogador ou substituto) e EXCLUÍDO (se oficial de equipe)".

Para os jogadores, fica o alerta: nada de conversa com o árbitro.

Comentários
Carregando...