Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Guilherme Bellintani toma posse como novo presidente do Bahia

Vitor Ferraz e Guilherme Bellintani na cerimônia de posse (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)

Na noite desta segunda-feira (18), Guilherme Bellintani tomou posse do cargo de presidente do Bahia. Ao seu lado, Vitor Ferraz assumiu como vice-presidente do clube. Na cerimônia, acontecida na Arena Fonte Nova, também foram empossados os cem novos conselheiros eleitos, incluindo o agora ex-presidente Marcelo Sant’Ana, e o ex-vice Pedro Henriques.

Vitor Ferraz, discursou ao assinar o termo de posse, elogiando o trabalho de Marcelo Sant’Ana e Pedro Henriques à frente do Bahia, assim como o do ex-presidente Fernando Schmidt.

Tive a honra de ter trabalhado ao logo desses três guerreiros. Quando entrar pelos portões do Esporte Clube Bahia vou lembrar das lições que vocês me deram. Muito obrigado por tudo. O Esporte Clube Bahia vai ser sempre grato a vocês. Espero poder, de alguma forma, fazer um pouco do que aprendi com vocês – disse Ferraz.

Quem também elogiou Marcelo Sant’Ana, Fernando Schmidt, e Carlos Rátis, que comandou o processo de intervenção judicial do clube, foi Guilherme Bellintani, que comentou a conversa que teve com Marcelo Sant’Ana antes da posse:

Falava com Marcelo Sant’Ana, que me entregava as chaves da gaveta, da porta. E eu perguntei: “Marcelo, e a caneta?” Ele me deu a caneta. E eu chacoalhei. Tinha tinta para caramba na caneta. Queria dizer que essa caneta é um bastão. É uma corrida que não é feita por uma pessoa só. É aquela corrida de revezamento que começou recentemente com Carlos Rátis, que fez revezamento com Fernando Schmidt e entregou a caneta para Marcelo Sant’Ana e Pedro Henriques. Hoje a gente recebe essa caneta com um pouco de tinta, mas muita esperança. A gente está aprendendo onde enche a caneta de tina. O segredo não é receber tudo pronto. É receber melhor do que te entregaram.

Guilherme Bellintani, que foi eleito com 81,4% dos votos, reconheceu o desafio que terá, mas disse estar seguro e preparado:

A nossa missão é entregar o clube melhor daqui a três anos. Ainda não será o clube dos nossos sonhos, não será o clube que a nação sonha e quer, mas é o clube democrático. Isso não tem preço. É um clube que está aprendendo com ele mesmo, unido. Esse projeto é um projeto que Guilherme Bellintani e Vitor Ferraz personificam. A gente representa o projeto de todos nós. Faz valer a pena porque nas horas mais difíceis estaremos todos juntos, assim como nas horas mais alegres. Essa sensação de grupo, coletividade é que deixa a gente com angustia, frio na espinha, mas com segurança. Estou muito seguro porque onde olho tem alguém que quer bem aio Esporte Clube Bahia. Não nos deixem sozinhos. A gente precisa muito de vocês.

Guilherme Bellintani se emocionou ao agradecer à família no final do seu discurso:

Beijo especial para a minha família, meus pais, meu tio Paulinho. A minha mulher, que se não me apoiasse não estaria aqui hoje, aos meus irmãos, meus quatro filhos que compreendem, mas não totalmente, a ausência do pai de vez em quando. Farei de tudo para que não sintam muito. Obrigado nação tricolor.

O novo mandatário tricolor já definiu algumas coisas no clube, como a não contratação de novos profissionais para substituir o ex-diretor financeiro, Marcelo Barros, e o ex-direitor de mercado, Jorge Avancini. O presidente viaja para São Paulo nesta terça-feira para conversar com clubes paulistas. Deverá se tratar sobre as negociações de Jean, com o São Paulo, e Juninho Capixaba, com o Corinthians.

Comentários
Carregando...