Irônico, CR7 presta continência a Blatter após gol

A resposta do 'comandante': CR7 presta continência a Blatter após gol

Cristiano Ronaldo presta continência e recebe a saudação do amigo Marcelo em comemoração de gol pelo Real Madrid

Joseph Blatter provocou, e a resposta do 'comandante' Cristiano Ronaldo foi imediata: um dia após a repercussão mundial do vídeo em que o presidente da Fifa zomba do atacante português em um debate na Inglaterra, o craque do Real Madrid não perdeu a chance de dar o troco. O atacante português fez três gols na vitória por 7 a 3 sobre o Sevilla, no Santiago Bernabéu. E na comemoração do seu primeiro gol, o terceiro da equipe, veio o desabafo: em posição de sentido, CR7 prestou continência, em alusão à ironia de Blatter. Com os três gols, o atacante empatou com Diego Costa, do Atlético de Madrid, na artilharia do Espanhol, ambos com 11 gols.

No polêmico vídeo, o dirigente diz que prefere o futebol de Messi ao de Cristiano Ronaldo, porque o argentino do Barcelona parece estar dançando quando joga, enquanto, segundo Blatter, o atacante do Real se comporta como um comandante em campo – neste momento, o suíço arrancou risadas da plateia ao marchar no palco para imitar CR7. Depois das críticas mundo afora, Blatter se desculpou com o Real Madrid, a Federação Portuguesa de Futebol e o próprio Cristiano Ronaldo, via Twitter.

Vamos votar:

A maior Torcida do Nordeste

A BELA Tricolor Katiely Kathissumi precisa do seu voto

Não deixe de ler:

Ex-dirigentes do Bahia serão investigados pelo MPE

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

Cristiano Ronaldo presta continência após marcar um gol pelo Real Madrid

No começo, a noite parecia de Gareth Bale, que marcou os dois primeiros gols do Real, seus primeiros no Santiago Bernabéu. De pênalti, Ronaldo começou seu show, ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o português fez mais dois gols, o quinto e o sexto do Real, mas nas duas vezes preferiu esquecer a polêmica com Blatter na comemoração, preocupando-se apenas em saudar a torcida e abraçar os colegas de time. A resposta já estava dada.


Fonte: Allan Caldas – Planeta que Rola – O Globo

Fotos: Javier Soriano – Gerrard Julien/AFP