Jogadores Brasileiros valorizados

Jogadores brasileiros estão valorizados e atraem a atenção de toda a Europa

Conquista da Copa das Confederações e atuação de gala contra a Espanha aumentou a moral de muitos atletas


A Seleção Brasileira voltou a ser o alvo da cobiça dos grandes clubes europeus. Fredsurgiu na lista do Manchester City, Jô na do Porto, Julio Cesar pode ser o goleiro do Arsenal e Paulinho se despediu do Corinthians com destino ao Tottenham, da Inglaterra.

No meio da Copa das Confederações, o volante Fernando acertou com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. David Luiz entrou na lista de pedidos de Pep Guardiola, no Bayern, e Bernard já despertava o interesse do Borussia Dortmund. Mas a investida mais contundente dos próximos dias pode ser a do Barcelona.

Na Espanha, a informação é de que o time catalão prepara uma oferta de 32 milhões de euros (R$ 93 milhões) por Thiago Silva, zagueiro do PSG e capitão da Seleção Brasileira. O jornal Sport anuncia que o Barça tem dinheiro suficiente para entrar no negócio, informação confirmada por Toni Freixa, porta-voz da junta diretiva do Barcelona, em entrevista coletiva na tarde de terça.

"O Barça pode se permitir fazer todas as operações que estejam dentro dos desejos dos técnicos, como sempre fez, mas não podemos revelar ao mercado quanto estamos dispostos a gastar", disse. Questionado sobre a situação de Thiago Silva, Freixa não negou que seja um dos interesses do clube. "Oficialmente não diremos nada, mas seguiremos trabalhando, seja este ou qualquer outro jogador que possa interessar à comissão técnica". Se fechar, Thiago Silva jogaria com Neymar e Daniel Alves, que também fizeram parte da campanha da Copa das Confederações.

Barça x Santos

O Barcelona começa a vender nesta quarta os ingressos para o jogo contra o Santos, dia 2 de agosto, no Camp Nou, válido pela 48ª edição do Troféu Joan Gamper. Será a estreia de Neymar no clube catalão. Os valores variam de R$ 55 a R$ 259.

Tabela interativa da Série A: http://uniaotricolorba.com.br/tabelaseriea.asp


Fonte e imagens: Eduardo Rocha e agências – Correio*