Jogo duro!

Jogo duro: time de operários, Bahia é a equipe mais faltosa da Série A

Tricolor cometeu 110 infrações nas cinco primeiras rodadas do Brasileirão. Fahel é o jogador com maior número de faltas dentro do elenco baiano

Dividir cada jogada como se fosse a última deixou de ser opção e virou regra no Bahia. Time de operários, o Tricolor surpreendeu nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro 2013 com marcação redobrada sobre os adversários e ânimo para correr os 90 minutos atrás de um resultado positivo. A boa campanha do time baiano, no entanto, não veio sem um preço. A conquista dos oito pontos que colocam o Bahia na 6ª colocação da tabela de classificação da Série A só se tornou possível com uma marca nada gloriosa para o time treinado por Cristóvão Borges. Em cinco partidas, o Tricolor cometeu 110 faltas, o maior número de infrações entre as 20 equipes que estão na disputa do Brasileirão.

Fahel é o jogador que mais cometeu faltas no time do Bahia

Com média de 22 faltas por partida, oTricolor já começou o Brasileirão mostrando que não entrava em dividida para perder. No jogo contra o Criciúma, foram 25 infrações, desempenho inferior apenas ao do Botafogo, que cedeu 26 tiros livres ao Corinthinas na estreia da Série A. Na segunda rodada, a primeira e única disputada em Salvador, o time de Cristóvão Borges pegou mais leve na marcação e reduziu pela metade o número de faltas. Contra o Coritiba, foram apenas apenas 12 tiros livres cedidos ao adversário. Nos jogos seguintes, contudo, o time baiano voltou a 'chegar junto' dos rivais e no último sábado, após enfrentar o Vasco, assumiu de vez o posto de 'rei das faltas' do Campeonato Brasileiro 2013.

Times Número de Faltas
Bahia 110 faltas
Botafogo 106 faltas
Goiás 95 faltas
Ponte Preta 94 faltas
Vitoria 89 faltas

Adepto ao jogo duro, o Bahia cometeu o dobro de faltas do Santos, lanterna no ranking de times mais faltosos da Série A. Com quatro jogos disputados – a partida contra o Atlético-MG foi adiada para esta quarta-feira, os jogadores do Alvinegro Praiano paralisaram jogadas adversárias de forma irregular somente 46 vezes, número que a equipe Tricolor supera apenas com o desempenho nas duas últimas rodadas, quando cedeu 49 tiros livres aos times rivais.

Além de ser o time que mais marcou faltas no geral, o Bahia é também a equipe com maior número de infrações em uma única rodada. No jogo contra o Vasco, no último sábado, os atletas comandados por Cristóvão Borges paralisaram as jogadas de forma faltosa 27 vezes, desempenho que iguala o do Atlético-MG, que havia cometido o mesmo número de infrações na partida diante do São Paulo, pela terceira rodada.

Bahia x Vasco: a partida mais faltosa do Brasileirão

Quando o árbitro Marcelo Aparecido de Souza entrou no campo do estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no último sábado, ele não sabia que teria pela frente uma das partidas mais trabalhosas de toda a Série A. Com 57 faltas, o duelo entre Vasco e Bahia foi o jogo mais faltoso do Campeonato Brasileiro 2013. E o elevado número de infrações não ficou barato. Somente o time do Bahia recebeu cinco cartões amarelos e um vermelho, rendimento que deixa o volante Diones suspenso para o duelo contra o Corinthians, em julho, pela sexta rodada da competição.

Confronto Número de Faltas
Vasco x Bahia 52 Faltas
Criciúma x Bahia 50 Faltas
Bahia x Botafogo 47 Faltas
Corinthians x Botafogo 45 Faltas
Atlético-MG x São Paulo 42 Faltas

Apesar de elevado, o número de faltas no duelo contra o Vasco não fugiu da normalidade para o Bahia. Dos cinco jogos com maior número de faltas do Brasileirão, os três primeiros tem o envolvimento direto do Tricolor. No primeiro lugar, a partida do último sábado, diante do Gigante da Colina. Na segunda colocação, a partida de estreia do time de Cristóvão Borges na Série A, contra o Criciúma, jogo em que foram contabilizadas 50 faltas. Na terceira posição, o duelo entre os dois times mais faltosos do campeonato. Bahia e Botafogo, em Aracaju, terminou com o total de 47 infrações.

A estatística de faltas do Bahia esconde um índice que engrandece o trabalho feito por Cristóvão. Em cinco rodadas, o time tricolor conseguiu 70 roubadas de bola de maneira limpa. Com três volantes em campo, a equipe baiana se tornou perita em defender. E para impedir os adversários de chegar ao gol defendido por Marcelo Lomba, vale qualquer esforço, até o de ganhar o título de 'açougueiro' do campeonato.

Rodízio de faltas e o rei das infrações

No Bahia do técnico Cristóvão Borges, todos marcam quando o time está sem a bola e, portanto, todos cometem faltas. No total, 18 jogadores cometeram infrações nas cinco rodadas do Brasileirão. A lista inclui até mesmo atletas de ataque, como Ítalo Melo, Potita, Fernandão, Ryder, Souza e Marquinhos.

O rei das faltas do Bahia, contudo, é mesmo um jogador de defesa. O volante Fahel é o atleta que mais cometeu infrações dentro do elenco baiano. Nos cinco jogos que disputou, ele parou os adversários de forma irregular em 18 oportunidades, aproximadamente 16% dos tiros livres concedidos contra o Tricolor em todo a Série A.

Fahel é também o jogador que mais cometeu faltas na última rodada do Brasileirão. Foram seis infrações no total, incluindo o pênalti que decretou o empate da equipe baiana contra o Vasco. Na segunda colocação do ranking de faltas do Bahia, aparece Helder, com 12, seguido por Fernandão, com nove faltas cometidas.

Fonte: Thiago Pereira – GLOBOESPORTE.COM

Foto: ECB