Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Kleina tem aproveitamento duas vezes maior que o de Marquinhos Santos

2

Duas vezes melhor: Kleina supera números de Marquinhos na Série A

Aproveitamento de Gilson Kleina é duas vezes maior que o de Marquinhos Santos no Campeonato Brasileiro: 48,4% a 25%. Bahia vive melhor fase desde o título baiano

É de praxe: um time vai mal das pernas, acumula fracassos, a bola não entra e o bode expiatório é o treinador. São poucos os clubes que, na dificuldade, mantêm o comandante da tripulação à frente do barco. A eficácia da chamada “dança das cadeiras”, no entanto, não é comprovada. Em muitos casos, sai técnico, entra técnico, e a situação permanece a mesma. Ou até pior. Só que, no Bahia, a mudança surtiu efeito. Após a troca de Marquinhos Santos por Gilson Kleina, houve um crescimento de produção, as vitórias começaram a aparecer e a equipe agora navega em águas mais tranquilas.

Marquinhos deixou o Bahia em situação delicada na Série A

O Bahia de Marquinhos não deixa saudades no torcedor. O título baiano conquistado com méritos em cima do maior rival, o Vitória, logo foi esquecido com atuações abaixo da média e sucessivas derrotas no Campeonato Brasileiro. Contratado em dezembro de 2013, o técnico, hoje no Coritiba, deixou o Tricolor no dia 26 de julho, após derrota por um a 1 a 0 para o Internacional. Ao todo, ele comandou o clube em 35 partidas, entre Campeonato Baiano (12), Copa do Nordeste (6), Campeonato Brasileiro (12) e Copa do Brasil (5): foram 14 vitórias, 10 empates e 11 derrotas, aproveitamento total de aproximadamente 49%.

O aproveitamento de 49% não chega a ser dos piores. Problema mesmo foi o desempenho de Marquinhos Santos no Brasileirão. Com ele no comando, o Bahia somou sete derrotas, três empates e apenas duas vitórias. Dos 36 pontos em jogo nas 12 rodadas de Série A, o treinador conquistou apenas sete, o que dá um aproveitamento de apenas 25%. Com esses números, a zona do rebaixamento sempre foi uma constante na vida do Tricolor.

Desde que Gilson Kleina chegou ao Fazendão, o Bahia vive um momento de franca ascensão. Prestes a completar 12 jogos à frente do clube pelo Campeonato Brasileiro na partida contra o Fluminense, marcada para as 16h20 (horário de Brasília) deste sábado, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, o aproveitamento do novo treinador supera em quase o dobro o do anterior: são quatro vitórias, quatro empates e três derrotas em 11 jogos disputados, desempenho de 48,4%.

Gilson Kleina; Bahia (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)

Gilson Kleina vive bom momento com o Bahia

Se analisado apenas o segundo turno do Brasileiro, o desempenho do Bahia de Kleina é ainda melhor. Com quatro triunfos e duas derrotas em seis partidas, o Tricolor é o 3º colocado do returno, com 66,6% de aproveitamento, atrás apenas de Internacional e Atlético-MG. E o bom momento não se restringe apenas ao certame nacional: na Copa Sul-Americana, depois de despachar o Internacional, o clube abriu vantagem nas oitavas de final ao bater o Universidad César Vallejo, na Arena Fonte Nova, pelo placar de 2 a 0 – o jogo de volta acontece no próximo dia 15, no Peru. Com os ventos soprando a favor, os tricolores esperam sorte melhor do que a luta contra o rebaixamento e a 14ª colocação na tabela.

Comentários
Carregando...