Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Luisinho cita nervosismo para explicar gols perdidos: ‘Temos que melhorar’

Luisinho (Foto: Felipe Oliveira)

Luisinho do Bahia admite ineficiência do time para marcar gols nos últimos jogos: “Os gols que a gente vinha fazendo, hoje não estamos conseguindo”, reconhece

Responsável por 23 gols em 12 partidas, o Bahia terminou o Campeonato Baiano com o melhor ataque da competição. Contudo, desde o segundo jogo das finais contra o Vitória, a fartura de gols não foi a mesma. A equipe que antes marcava com facilidade, deu lugar a um time que não conseguia finalizar com a mesma eficiência. Com muito mais volume de jogo nas confrontos decisivos, mas ineficiente para traduzir a superioridade em gols, o Tricolor acabou perdendo o título do Baianão e eliminado da Copa do Brasil.

Nesta quinta-feira, um dia após aeliminação para o América-MG, pela Copa do Brasil, os gols perdidos foram novamente assunto no Fazendão. Escolhido para conceder entrevista coletiva, o atacante Luisinho reconheceu que a ineficiência do time na finalização nos últimos jogos e apontou alguns motivos. Para ele, os erros de arbitragem, a exemplo da não invalidação do gol irregular do zagueiro do América-MG, no jogo desta quarta, têm influência no psicológico do grupo.

– Uma das nossas melhores armas é a finalização. Os gols que a gente vinha fazendo, hoje não estamos conseguindo. Acredito que temos que melhorar nessa parte. Só ganha quem faz o gol. Acho que tem vários aspectos: psicológico, nervosismo nas partidas. Tem a situação que não podemos deixar de falar, que é a arbitragem. Você toma um gol que é inválido e você ter que fazer essa situação, passar na frente. O psicológico é outro. Acho que toma conta sim, tem que rever esses erros. E na partida foi isso. Lógico que a gente não pode tirar o mérito do América-MG. Na hora que um jogador deles foi expulso só deu a gente no jogo, tivemos o controle, mas o goleiro deles estava numa noite inspirada. Tentamos e ele acabou fazendo boas defesas. Também não podemos deixar de falar que temos que melhorar – disse Luisinho.

Um dos fatores que pode explicar a falta de gols do Bahia seria a ausência de Edigar Junior e Hernane. Artilheiros do time no Baianão, os dois estão machucados e desfalcaram o Bahia nas últimas partidas.

– Acredito que são jogadores que nos ajudam muito, que podem ajudar muito mais. Mas também temos que valorizar todo o grupo. Não podemos desmerecer quem está jogando. No jogo contra o Avaí [vencido pelo Bahia por 2 a 1], foi um atacante [Zé Roberto] que fez os dois gols. Acredito que, lógico, com a volta deles vai melhorar a parte ofensiva, vai nos ajudar muito e não podemos tirar os méritos de quem vem atuando – afirma Luisinho.

luisinho; luisinho bahia (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)

Luisinho também revelou o abatimento do grupo após a eliminação na Copa do Brasil, a terceira no ano. Para ele, resta agora ao time focar na Série B do Campeonato Brasileiro e conseguir o maior objetivo da equipe na temporada.

– Tristeza, decepção por não ter conseguido o resultado que queríamos. Sabíamos que era importante essa classificação, até pelo fato da gente estar jogando contra um time que está na Primeira Divisão. Sabemos que é importante ganhar para manter a motivação, a confiança. Não conseguimos o resultado. Tivemos várias adversidades no jogo. E agora o nosso foco total é a Série, o acesso que é o objetivo de todos.

A oportunidade para o Bahia amenizar a tristeza pela eliminação na Copa do Brasil é já neste sábado, quando o Tricolor volta a campo, desta vez para enfrentar o Paraná, fora de casa, pela Série B. Luisinho afirma que espera o apoio do torcedor tricolor.

O jogo contra o Paraná está marcado para as 16h30 (horário de Brasília) e terá cobertura em Tempo Real do GloboEsporte, a partir das 16h.

– O torcedor tem que nos apoiar e pode esperar que o time vai se doar porque quer voltar a vencer, para poder se manter lá em cima. Vamos fazer um grande jogo. Acredito que nós nesses jogos temos feito bons jogos. Lógico que o gol não sai, mas os bons jogos estão acontecendo e vamos manter esse foco, concentração, para que a gente possa ter esses resultados.

Leia mais:
Preparador físico avalia situação de Renato Cajá e desgaste de Lucas Fonseca
Após a eliminação, Doriva diz que só resta focar 100% na Série B
“Não pode desperdiçar tantos gols”, critica Marcelo Sant’Ana após derrota
Régis começa a se desligar do Palmeiras e fica mais próximo do Bahia

Fobnte: Ge.com

 

Comentários
Carregando...