Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Médico do Bahia alega ter sido atingido por maço de cigarro na Arena do Grêmio

0

Médico do Bahia alega ter sido atingido por maço de cigarro na Arena

Grêmio venceu os baianos por 1 a 0 em noite de manifestações contra o racismo

Médico relata arremesso de maço de cigarros

O Grêmio pode ter mais um problema pela frente. Médico do Bahia, Márcio Santana foi atingido por uma carteira de cigarro no final da partida entre os clubes, em que o time gaúcho saiu vencedor por 1 a 0, neste domingo, pela 18ª rodada do Brasileirão.

Santana foi atingido no pescoço pelo objeto e o entregou para o quarto árbitro. Mas o episódio não deve ser relatado em súmula.

– Não machucou, bateu no pescoço e caiu do lado. Acho que o clube não precisa ser punido, é errado isso, mas entreguei lá na arbitragem porque isso precisa parar – disse, na zona mista.

O médico encarou com bom humor o fato:

– Tinha um cigarro. Se ele jogou e decidiu parar de fumar, tudo bem.

O 1 a 0 contra o Bahia ficou marcado pelas manifestações institucionais e espontâneas de torcedores em repúdio ao racismo. O movimento foi acentuado após as injúrias raciais sofridas pelo goleiro Aranha, na derrota para o Santos, na quinta, pela Copa do Brasil.

No entanto, em alguns momentos, ecoou da arquibancada norte o cântico "chora, macaco imundo", uma música já tradicional da torcida organizada Geral do Grêmio. O restante do estádio vaiou, mostrando contrariedade com o gesto destes torcedores. Nesta semana, outra organizada, a Torcida Jovem, anunciou que decidiu abolir "macaco" e "macacada" de canções contra o rival Inter. Por sua vez, o coletivo Grêmio Libertador publicou em seu site um pedido para que os torcedores não usem mais as mesmas palavras.

A preocupação com a imagem da instituição vem dos incidentes da quinta-feira, em que gremistas proferiram injúrias raciais contra o goleiro Aranha, na derrota para o Santos, pela Copa do Brasil. O episódio pode prejudicar o time dentro de campo. Na quarta, o clube será julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e pode ser excluído do torneio.

Comentários