Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Perfil e números defensivos: motivos para que Élber siga sendo titular do Bahia

Contestado pela torcida, atacante vem sendo escalado pelo técnico Enderson Moreira, que elogia sua consistência defensiva

Élber treina pelo Bahia no Fazendão (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
35

O atacante Élber muitas vezes é contestado pela torcida do Bahia, mas é constantemente escalado como titular pelo técnico Enderson Moreira. O estilo do treinador tricolor pede uma equipe que utilize marcação dobrada pelas pontas e, quando chega ao ataque, distribui suas jogadas nos extremos, para uma chegada mais vertical.

Atacante de lado de campo, Élber tem disputado vaga com Marco Antônio e Clayton. Nas últimas duas partidas pelo Campeonato Brasileiro, contra Palmeiras e Vasco, Enderson Moreira escolheu Élber como titular.

Após o jogo contra o Vasco, o treinador do Bahia explicou a decisão. Para aquela partida, Enderson Moreira disse ter acreditado que Élber se encaixaria melhor, pois contribui mais defensivamente. E os seus números confirmam isso:

A intenção foi colocar um jogador para segurar um pouco o lado. Clayton e Marco Antônio não são jogadores com perfil do Élber, de muita consistência defensiva. A gente tentou para segurar o máximo

Élber disputou 20 partidas na edição atual do Campeonato Brasileiro: 14 como titular e seis saindo do banco de reservas. Marco Antônio disputou cinco jogos como titular e cinco como reserva. Contratado recentemente pelo Bahia, Clayton disputou quatro partidas pela Série A, todas saindo do banco.

O site Globo Esporte checou os números defensivos de Élber no site Footstats e comparou com os concorrentes na posição. A conclusão é que o atacante leva vantagem em características como desarmes e interceptações.

O camisa 7 é o vice-líder em interceptações no Bahia, com seis, atrás apenas de Nino Paraíba, que tem sete. Enquanto esteve em campo, Clayton não fez interceptações, e Marco Antônio fez apenas uma. Élber é o sexto jogador do time em número de desarmes, com 23 em 20 partidas, média de 1.20 a cada jogo.

Líderes em desarmes no Bahia

Jogadores Desarmes Média
Gregore 79 3.30
Elton 52 2.30
Zé Rafael 49 2.10
Léo 34 1.50
Nino 32 2.00
Élber 23 1.20

Marco Antônio fez cinco desarmes, média de 0.50 por partida. Clayton não fez desarmes.

Marco Antônio e Clayton treinam pelo Bahia no Fazendão (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)
Marco Antônio e Clayton treinam pelo Bahia no Fazendão (Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia)

Como Élber ajuda muito na marcação, ele tem a segunda maior média de faltas cometidas no Bahia. Foram 32 infrações, média de 1,60 por jogo. O único que cometeu mais faltas foi Zé Rafael, que fez 78, com média de 2,30.

 

Ponto negativo

Porém, com a bola nos pés, Élber tem cometido alguns erros. O atacante é o terceiro com mais perdas de bola para adversários. Foram 76, com média de 3.80 por jogo. Na sua frente, apenas Zé Rafael, com 175 (média de 7.60) e Edigar Junio, com 82 (média de 5.10).

Élber poderá ser mantido entre os titulares na próxima partida do Tricolor. No próximo sábado (29), às 21h, o Bahia enfrenta o Flamengo, na Arena Fonte Nova.

Comentários
Carregando...