Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

MPF denuncia Leandro Bonfim por evasão de divisas

0

Ministério Público Federal denuncia Leandro Bonfim por evasão de divisas

 

Jogador revelado pelo Vitória e sua ex-empresária Selenide da Silva são acusados por evasão de, aproximadamente, R$ 490 mil


O meia Leandro Bonfim foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) na Bahia à 2º Vara da Justiça Federal por evasão de dividas. O jogador e a ex-empresária, Selenide da Silva, teriam utilizados doleiros para passar despercebidos pelos órgãos fazendários e pelo controle de reservas monetárias brasileiros. O MPF estipula a evasão em R$ 490 mil.

A investigação acerca das movimentação financeiras do jogador foi realizada em parceria com órgãos dos Estados Unidos. De acordo com o MPF, o meia e a ex-empresária utilizavam doleiros para enviar quantias financeiras a bancos no exterior sem que a soma fosse levada ao conhecimento do Banco Central.

A investigação apontou que Leandro Bonfim e Selenide, que prestava serviços de assessoria e representação ao jogador desde 2000, abriram uma conta no BankBoston, nos Estados Unidos, em nome de Leandro em 2001. A época coincide com a negociação do jogador do Vitória para o PSV Eindhoven, da Holanda. Em pouco mais de um ano, as transferências de recursos depositados nos EUA chegaram a mais de 490 mil dólares.

Não deixe de ler:

VÍDEO: Momentos Mágicos – Bahia, o 1o Campeão do Brasil

Estádio não é lugar para o 'Rei do Camarote'

Confira também:

Hall da Fama

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

– Não há dúvida de que ambos dolosamente mantinham no exterior depósitos não declarados às autoridades competentes, em montante claramente superior ao estipulado pelo Banco Central do Brasil – afirmou André Batista Neves, procurador da República que é responsável pelo caso.

O MPF, na denúncia que foi oferecida, requer a condenação de Bomfim e Selenide por efetuar operação de câmbio não autorizada, com o fim de promover evasão de divisas do País (artigo 22 da Lei n. 7.492/1986). A pena prevista pelo crime é de reclusão, de dois a seis anos, e multa, podendo ser aumentada de um sexto a dois terços, em função do denunciado ter cometido o crime por várias vezes (crime continuado, art. 71 do Código Penal).

Revelado pelo Vitória, Leandro Bonfim chegou a ser campeão sul-americano com a seleção brasileiro sub-17. Além do Rubro-Negro e do PSV Eindhoven, o meia passou por Porto, São Paulo, Cruzeiro, Nacional (Portugal), Vasco, Fluminense, Bahia e Avaí. Atualmente o atleta está no Al Ittihad, da Arábia Saudita.


Fonte: GE.COM

 

Comentários