Postado por - Newton Duarte

Organizadas recebem punição e desfalcam o BaxVice

Torcidas Bamor e Imbatíveis são suspensas e estão fora do clássico BaVi

Grupos foram punidos por conta de incidentes nos últimos jogos. 37 torcedores chegaram a ser detidos após uma briga generalizada

A festa nas arquibancadas durante o clássico BaVi deste sábado (3), na Arena Fonte Nova, não estará completo. As duas principais torcidas organizadas de Bahia e Vitória foram suspensas pelo Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe) e não vão poder participar do último clássico do ano. De acordo com Coronel Costa Ferreira, comandante do Bepe, a punição foi motivada por conta de incidentes envolvendo os dois grupos.

Um deles aconteceu durante a partida entre Mogi Mirim e Vitória, na Fonte Nova. No último sábado (26) quase 40 integrantes das duas torcidas foram detidos depois de uma briga generalizada na piedade. Entre os presos estava o presidente dos Imbatíveis, Gabriel Oliveira. Na ocasião, o Vitória enfrentou o Paysandu na Fonte Nova. De acordo com o Coronel Costa Ferreira, com a punição, será proibido a entrada de camisas, bandeiras e instrumentos ligados as duas torcidas.

Torcidas estão impedidas de entrar com materiais no clássico deste sábado (3) (Foto: Arquivo CORREIO)

Uma audiência aconteceu com representante dos dois grupos onde que ficou decidido que a Bamor está suspensa por quatro meses e os Imbatíveis por três. A decisão cabe recurso, mas os presidentes dos dois grupos se comprometeram a não recorrer da pena. Apesar do gancho, os integrantes das torcidas vão ter acesso normal ao estádio como torcedor comum - sem o uso de materiais que tenham ligações com as facções.

"Existe uma legislação do torcedor que está fortalecida por um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) entre o Ministério Público e as torcidas. Temos mecanismos para se ter uma convivência pacífica nos estádios", explicou o Coronel Costa Ferreira, comandante do Bepe, em conversa com o CORREIO.