Opiniões concordantes

Jogadores do Bahia reclamam de arbitragem da partida contra o Vasco

Árbitro Marcelo Aparecido de Souza marcou um pênalti para a equipe carioca e expulsou o volante Diones no início do segundo tempo

A atuação do árbitro Marcelo Aparecido de Souza no empate em 1 a 1 entre Bahia e Vasco,  na noite deste sábado, não caiu nas graças dos jogadores tricolores. Após o confronto, os comandados do técnico Cristóvão Borges deixaram o gramado de Volta Redonda com várias queixas do desempenho do juiz, que marcou um pênalti com o time baiano e expulsou o volante Diones no início do segundo tempo.

– Sinceramente, tem que dar o ponto do Vasco para o árbitro, que ficou o tempo todo querendo nos prejudicar – reclamou o volante Fahel após o confronto.

O principal motivo de críticas dos jogadores do Bahia foi o pênalti marcado para o pênalti ainda no primeiro tempo, quando o Tricolor vencia a partia por 1 a 0. Carlos Alberto recebeu lançamento, dividiu a bola com Fahel e caiu no gramado. Na transmissão da partida, o comentarista Edinho afirmou que não houve penalidade máxima no lance.

– Não foi pênalti para o Vasco. O Carlos Alberto escorregou e se jogou em cima do Fahel, que ainda recebeu o cartão amarelo – disse Edinho.

O goleiro Marcelo Lomba concordou com a opinião do comentarista.

– O árbitro prejudicou muito o Bahia. Não com relação a expulsão do Diones, que foi justa. Mas sim com relação ao pênalti, que mudou a partida – disse o camisa 1 tricolor.

Fonte: GLOBOESPORTE.COM

Fotos: ECB