Parcialidade e interesses…

Tadeu saiu e a imprensa não fala mais nos apóstolos de Oruro


Recentemente, sete dos “12 apóstolos” que se dizem corinthianos, acusados de matar um garoto de 14 anos, foram soltos pela justiça boliviana.

Entre eles estava Tadeu de Macedo Andrade, nome que causa calafrios nos dirigente do Corinthians, em setores da política e também da imprensa, por sua ligação com membros da facção criminosa mais conhecida de São Paulo.

Dissemos, pouco tempo após o encarceramento do líder dos Gaviões, que sua soltura encerraria o interesse da imprensa no episódio, mesmo que todos os outros permanecessem enclausurados.

Dito e feito.

A imprensa do Brasil, sem a motivação ($) dos que estavam temerosos com os desdobramentos e revelações que poderiam derivar do tempo que Tadeu permanecesse em cana, não faz mais “Editoriais”, nem permanece com links ao vivo do local.

Políticos, de repente, desinteressaram-se sobre o assunto e a diretoria do Corinthians, que chegou a ir em Brasília para tentar se safar, não parece se importar mais com o resto de lixo deixado para trás.

Em tempo: vale lembrar que Tadeu assistiu a partida em Oruro ao lado de dirigentes do Corinthians e se hospedou no mesmo hotel do clube, em que estavam jogadores e comissão técnica.

Tabela interativa da Série A: http://uniaotricolorba.com.br/tabelaseriea.asp


Origem : BLOGDOPAULINHO

Autor : Paulinho