Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Quase metade dos pênaltis do Brasileirão são polêmicos; Vicetória lidera

0

Quase 40% dos pênaltis do Brasileiro são polêmicos; Vitória lidera

O Campeonato Brasileiro está em sua 22ª rodada e até o momento foram marcados 43 pênaltis. O número está dentro da média se comparado a outras ligas nacionais, como o Inglês, que teve 87 penalidades assinaladas na temporada passada. Mas o que chama atenção é a quantidade de polêmicas. Quase 40% das infrações marcadas são contestáveis e colocaram à prova a interpretação dos árbitros.

Dos 43 pênaltis apontados até o momento, 16 (37,2%) deram margem para discussão. O time que mais se beneficiou com o critério adotado pelos juízes foi o Vitória. O clube baiano teve três pênaltis controversos a seu favor, mas desperdiçou todas as cobranças. Flamengo, Botafogo e Cruzeiro aparecem logo em seguida, com duas marcações discutíveis.

Muito debatido nos últimos dias, a ponto de fazer a CBF divulgar um vídeo em seu site oficial, o conceito de bola na mão ou mão na bola é responsável por metade das penalidades controversas. A incidência mais recente aconteceu na vitória por 3 a 2 do Bahia sobre o Botafogo na quarta-feira (17). A bola bateu na mão de um defensor do clube baiano e o árbitro Igor Junio Benevenuto marcou.

Já em relação aos juízes, Sandro Meira Ricci foi um dos que mais marcaram pênaltis discutíveis. Representante brasileiro na Copa do Mundo, o mineiro assinalou duas penalidades polêmicas. Anderson Daronco possui o mesmo número.

A rodada com o maior número de infrações contestáveis foi a 21ª, que teve três das 16 marcações discutíveis. As partidas: Sport x Chapecoense, Fluminense x Palmeiras e Flamengo x Corinthians tiveram pênaltis assinalados pelo critério de mão na bola.

37,2%

São polêmicos

Até o fim da 22ª, 37,2% das penalidades marcadas no Brasileirão são discutíveis e precisaram da interpretação dos árbitros

 

Árbitros que mais marcaram pênaltis polêmicos

Almeida Rocha/Folhapress

Sandro Meira Ricci

Árbitro brasileiro na Copa, o mineiro marcou dois pênaltis polêmicos

Reprodução/Facebook

Anderson Daronco

Daronco também lidera a lista com duas penalidades contestáveis

Cristiano Andujar/Getty Images

Rodrigo Batista Raposo

Árbitro foi outro que anotou dois pênaltis discutíveis

Times que mais tiveram pênaltis polêmicos

Escudo do Vitória

3 – Vitória

Escudo do Flamengo

2 – Flamengo

Símbolo do Cruzeiro

2 – Cruzeiro

Reprodução

2 – Botafogo

Escudo do Palmeiras

1 – Palmeiras

Reprodução

1 – Atlético-MG

Escudo do Goiás

1 – Goiás

Escudo do Criciuma

1 – Criciúma

Escudo Do Fluminense

1 – Fluminense

Escudo do Sport

1 – Sport

Reprodução

1 – Coritiba

Os pênaltis polêmicos do Brasileirão

  • Atlético-MG 2 x 1 Cruzeiro – 4ª rodada

Leo disputou lance com Leonardo Silva em cobrança de escanteio. Zagueiro caiu na área

  • Criciúma 3 x 2 Fluminense – 10ª rodada

Paulo Baier tropeçou dentro da área e o árbitro marcou o pênalti

  • Botafogo 1 x 0 Coritiba – 11ª rodada

Zeballos caiu na área em disputa com defensor do Coritiba

  • Cruzeiro 5 x 0 Figueirense – 12ª rodada

Jogadores do Figueirense cobraram muito a arbitragem alegrando que Ricardo Goulart se jogou

  • Vitória 2 x 1 Grêmio – 13ª rodada

Atacante Dinei, do Vitória, caiu na área após cruzamento vindo pelo lado esquerdo do campo

  • Palmeiras 1 x 2 São Paulo – 15ª rodada

Bola sobrou na entrada da área. Após finalização forte, bola tocou no braço de Edson Silva, zagueiro do São Paulo

  • Coritiba 2 x 0 Vitória – 16ª rodada

Keirrison caiu de forma duvidosa na área contra o Vitória

  • Vitória 0 x 1 Figueirense – 17ª rodada

Zagueiro do Figueirense se jogou para afastar cruzamento e bola bateu no braço

  • Goiás 0 x 1 Cruzeiro – 17ª rodada

Zagueiro Dedé, do Cruzeiro, disputou lance no ombro, jogador do Goiás caiu

  • Vitória 1 x 2 Flamengo – 18ª rodada

Bola bateu na mão de Juan, do Vitória

  • Vitória 1 x 2 Flamengo – 18ª rodada

Bola bateu no braço de zagueiro do Flamengo

  • Cruzeiro 2 x 1 Bahia – 20ª rodada

Jogadores do Bahia reclamaram bastante que Ricardo Goulart teria se jogado e o lance gerou até a expulsão de Titi, por reclamação

  • Flamengo 1 x 0 Corinthians – 21ª rodada

Árbitro deu toque na mão de Fágner em chute à queima roupa

  • Fluminense 3 x 0 Palmeiras – 21ª rodada

Pênalti para o Fluminense em toque de mão de Renato

  • Sport 1 x 3 Chapecoense – 21ª rodada

Zagueiro da Chapecoense foi com o braço aberto e desviou a cabeçada

  • Botafogo 2 x 3 Bahia – 22ª rodada

Zagueiro do Bahia desviou com a mão

Comentários