Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Quatro vacilos que resultaram em pênaltis contra o Bahia

CRB x Baia Estadio Rei Pele

Tinga cometeu pênalti em Zé Carlos e abriu caminho para CRB empatar com Tricolor no estádio Rei Pelé. Lance não é caso isolado em campanha baiana na Série B

https://vimeo.com/184487346

O pênalti cometido por Tinga no segundo tempo da partida realizada no último sábado, no estádio Rei Pelé, abriu caminho para o CRB empatar em 2 a 2 com o Bahia, pela 27ª rodada da Série B. Até então, o Tricolor vencia por dois gols de vantagem e aproveitava a superioridade numérica em campo – o zagueiro Flávio Boaventura havia sido expulso na etapa inicial – para controlar o ritmo do jogo. A penalidade surgiu de um erro de avaliação do lateral-direito. Zé Carlos estava na entrada da grande área, de costas para o gol, e foi atropelado pelo jogador da equipe baiana.

Na cobrança, Zé Carlos contou com a sorte e converteu o pênalti. Cinco minutos depois, o atacante do CRB voltou a marcar e igualou o placar no Rei Pelé. Ao fim da partida, Tinga assumiu a culpa pela penalidade.

– A culpa foi minha. Eu fiz o pênalti. Peço desculpa para todos, para a torcida. Errei, fiz o pênalti e eles vieram para cima. O empate foi com gosto de derrota. Queria pedir desculpa. Eu que vacilei no pênalti – disse o lateral-direito em entrevista para a Rádio Metrópole, de Salvador.

Mas o jogo contra o CRB não foi o único com um pênalti originado por uma bobeira tricolor. Também não foi o único cometido por Tinga na Série B. Confira outros lances em que um vacilo do Bahia terminou na marca da cal, com o goleiro de um lado e o rival do outro.

COM MUITA SEDE AO POTE

https://vimeo.com/184487351

Novamente, o Bahia estava à frente no placar. E novamente controlava a partida. Contra o Goiás, o Tricolor vencia por 1 a 0 quando Edigar Junio tentou afastar uma cobrança de escanteio e acertou a perna de Patrick. Sobrou vontade, mas faltou precisão e vocação de marcador para o atacante da equipe baiana acertar o lance. Por sorte, o Bahia venceu o Goiás por 4 a 2, e a cobrança convertida por Márcio não fez falta no fim dos 90 minutos.

CONTOU COM A SORTE

https://vimeo.com/184487350

Diante do Sampaio Corrêa, Tinga também teve a infelicidade de cometer um pênalti. O lateral-direito perdeu no mano a mano com Edgar, foi driblado e acertou o pé do jogador adversário dentro da área. A cobrança foi executada por Elias, que acertou a trave. A partida terminou empatada em 0 a 0.

SEGURA, PEÃO!

https://vimeo.com/184487349

A estreia de Guto Ferreira no comando do Bahia contou com um lance de emoção. O Tricolor venceu o Oeste por 2 a 0 na primeira partida do técnico à frente do clube, mas passou por um belo susto. No segundo tempo, Lucas Fonseca não conseguiu rebater lançamento, e a bola sobrou com Wellington na grande área. Sozinho na marcação, Danilo Pires agarrou o jogador da equipe paulista. Foi quase uma gravata aplicada pelo volante no adversário. Penalidade marcada e cobrança defendida por Marcelo Lomba.

MÃO BOBA

https://vimeo.com/184487347

Para completar a lista, mais um pênalti de Tinga. Na derrota por 3 a 2 para o Criciúma, o lateral-direito tentou cortar o cruzamento de Elvis e, dentro da área, acertou a mão na bola. Marcelo Lomba, que com a camisa do Bahia nunca havia se mostrado um grande pegador de pênaltis, acertou o canto e defendeu a cobrança de Elvis.

Por coincidência, o Criciúma é justamente o próximo adversário do Bahia na Série B. Os dois times se enfrentam na próxima sexta-feira, às 19h15 (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em confronto direto na luta pelo G-4. O Tricolor está na 6ª posição com 40 pontos. Com a mesma pontuação, mas saldo inferior, o Tigre é o 7º.

Fonte: Ge.com

Comentários
Carregando...