Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Sampaio Corrêa 0 x 0 Bahia :: Raio-X: Jogo, MM, Ficha Técnica, Notas, Scout e a programação

2

Sampaio Corrêa e Bahia desperdiçam oportunidades e empatam em 0 a 0

Equipes fazem jogo de muita velocidade, mas não conseguem tirar o zero do placar. Empate pode custar posições no complemento da rodada, com jogos neste sábado

Faltaram gols, mas sobrou emoção na partida entre Sampaio Corrêa e Bahia, disputada na noite desta sexta-feira. Com chances criadas, defesas importantes e muita velocidade, as duas equipes empataram em 0 a 0 no Castelão, em São Luís, pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O empate deixa as duas equipes com 15 pontos. O Sampaio Corrêa permanece na quarta colocação, mas pode cair para sétimo com o complemento da jogada. O Bahia, quinto, pode virar oitavo após os jogos deste sábado.

Sampaio Corrêa e Bahia volta a jogar no dia 27 deste mês pela nona rodada da Série B. A equipe maranhense visita o Santa Cruz, no Arruda, em Recife, enquanto os baianos enfrentam o Luverdense na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O jogo

Por se tratar de um confronto entre candidatos ao G-4 da Série B, era de se esperar um jogo equilibrado no Castelão. Os minutos iniciais do primeiro tempo corresponderam às expectativas, com Bahia e Sampaio Corrêa se alternando em lances de ataque. Não demorou, contudo, para que o Bolívia Querida se transformasse em dono das ações. Pìmentinha era um dos jogadores mais perigosos da partida e quase marcou um golaço. O atacante recebeu passe de Jheimy, se livrou de Jailton e chutou com efeito. A bola tinha como destino o ângulo, mas Douglas Pires fez grande defesa. Logo em seguida, Raí cobrou falta e acertou a trave. O time baiano ameaçava apenas em lances de bola parada. Apesar da soberania maranhense, as equipes foram para o intervalo com o placar zerado.

Na segunda etapa, a partida ganhou ritmo alucinante. O Bahia evoluiu em comparação ao início da partida e criou boas oportunidades de abrir o placar. Kieza e Maxi Biancucchi apareceram com perigo, mas finalizaram para fora. Do lado do Sampaio Corrêa, Pimentinha seguia como principal referência ofensiva, apesar do egoísmo em alguns lances. Com o gramado pesado, os jogadores cansaram e diminuíram a produção. Restaram oportunidades esporádicas, insuficientes para modificar o marcador, que permaneceu em 0 a 0.

O melhor: Douglas Pires. Fez uma defesa espetacular no primeiro tempo e assim evitou o gol que garantiria a vitória do Sampaio Corrêa.

Para lembrar:

Sem 'o cara'… O Sampaio Corrêa fez nesta sexta-feira seu primeiro jogo sem Robert, artilheiro da Série B e do Brasil em 2015. O atacante acertou a sua transferência para o Vitória.

Sampaio Corrêa

0

x

0

Bahia

Campeonato Brasileiro 2015 -Série B – 4ª rodada

Local: São Luís-MA

Estádio: Castelão

Dia: Sexta-feira

Data: 19 de junho de 2015

Horário: 19hs30

Público Total:

Público Pagante:

Renda:  

CARTÕES AMARELOS

Sampaio Corrêa

Edvânio

Bahia

 

CARTÕES VERMELHOS

Sampaio Corrêa

 

Bahia

 

GOLS

Sampaio Corrêa

 

Bahia

 

Árbitro

Emerson Luiz Sobral – PE (CBF-1)

Árbitro Assistente 1

Elan Vieira de Souza – PE (CBF-1)

Árbitro Assistente 2

Ricardo Bezerra Chianca – PE (CBF-1)

ESCALAÇÃO

Sampaio Corrêa

Rodrigo Viana; Daniel, Mimica, Edvânio e Willian Simões; Dê, Arlindo Maracanã, Válber (Cleitinho) e Raí (Waldir); Pimentinha (Geraldo) e Jheimy

Técnico: Léo Condé

Bahia

Douglas Pires; Tony, Robson, Jaílton e Marlon; Wilson Pittoni, Souza e Tiago Real; Maxi Biancucchi (Bruno Paulista), Kieza (Willians Santana) e Léo Gamalho (João Leonardo)

Técnico: Silas

RELACIONADOS

Sampaio Corrêa:

Não divulgado

Bahia

Douglas, Guido, Adriano, Marlon, Patric, Tony, Jailton, Robson, Thales, Bruno Paulista, Pittoni, Rômulo, Souza, Tiago Real, Yuri, João Leonardo, Kieza, Léo Gamalho, Maxi Biancucchi e Willians Santana

NOTAS

Avaliação individual dos atletas; Equipe TB.com

Tem sido preocupante ver, jogo após jogo, o goleiro e os zagueiros dpo Bahia serem os melhores em campo.

Os atletas eu não tiveram comentários agregados ás suas notas, é em função dos textos se tornarem repetivos. Lembrando que as notas vão de 0 a 10 e o atleta começa com um índice 5.

Douglas Pires: Fez uma defesa espetacular. Se firmou e voltou a ser seguro. Melhor do Bahia; Nota 8

Tony: Nota 4

Robson: A joia da base é o dono da camisa 3. Nota 8

Jailton: 12º homem do time. Pode substituir Titi ou Robson sem susto. Nota 8

Marlon: Nota 5

Wilson Pittoni: Mais uma vez foi bem. Poderia ir melhor se não tivesse que carregar SOUZA e TIAGO REAL nas costas. Nota 7

Souza: Precisa ser avaliado mais apuradamente pelo Departamento médico do clube. Nos dois tempos, com 20 minutos desaparece do jogo. Nota 4

Tiago Real: Inutil e inoperante. Não marca, não apoia, não chuta a gol, pouco participativativo e efetivo. Ele só está ali e dando passes curtos e para trás. (Só por ter viajado) Nota 2

Maxi Biancucchi: Quando o Bahia joga com estes jogadores e neste esquema, os adversários aprenderam a marcar. Produziu pouco. Nota 6

Bruno Paulista: Entrou para fechar o meio. Nota 6

Kieza: Pior partida do matador em muito tempo. Foi facilmente anulado. Nota 5

Willians Santana: Willians, Santaneou. Seu principal feito foi tentar dominar a bola de canela no próprio umbigo.. por esta mágica. Nota 3.

Léo Gamalho. Está sifrendo com este esquema do Bahia. Especialista nas bolas altas, não recebe uma em condição de concluir. Não faz o pivô: Além de não ser modelo e atriz, os meias não se aproximam para fazer o famoso 1, 2… Um dia abandonará o campo e ninguém vai perceber. Nota 4.

João Leonardo: Está se esforçando, buscando aproveitar a oportunidade. Teve pouco tempo para moistrar sua qualidade entre os profissionais. Nota 6

Técnico Sérgio Soares: Sua insistência com alguns jogadores irrita. Teremos uma hecatombe nuclear e só restarão as baratas e  Tiago Real. Não sai nem por decreto. Escalou previsívelmente, substituiu muito mal, por isso: Nota 1

Arbitragem: Um apitou o jogo. Os demais levantaram a bandeira. Pela exist~encia, num jogo que ninguém queria nada; Nota 5

Menção honrosa: Jailton, Robson e Pittoni (Coitados).

Indicação: Vamos subir as hashtags: #ForaTiagoReal e #BahiaExplicaaDívida.

SCOUT

Dados estátisticos individuais

[**SCOUT**]

Programação

Após o empate em São Luiz, Bahia encara o LEC em Salvador

O Bahia mais uma vez não conseguiu convencer em campo. Agora é hora de levantar a cabeça e partir para a virada. É vencer ou vencer.

O Esquadrão terá uma sequência de jogos em seus domínios e terá a oportunidade de retornar ao G-4.

Confira a programação

Segunda-feira (22) – 15h30: Treino, Fazendão;

Terça-feira (23) – 08h30: Treino, Fazendão; – 15h30: Treino, Fazendão;

Quarta-feira (24) – 15h30: Treino, Fazendão;

Quinta-feira (25) – 15h30: Treino, Fazendão;

Sexta-feira (26) – 15h30: Treino, Fazendão;

Sábado (27) – 16h30: Jogo contra o Luverdense, na Fonte Nova;

Domingo (28) – Folga.

Programação semanal de 22 a 28 de junho – Programação sujeita à alteração

Comentários
Carregando...