Torcidabahia
Uma grande torcida, merece um grande site

Santos x Bahia :: Confrontos históricos para o Esquadrão; A história

105

Santos x Bahia :: Confrontos históricos para o Esquadrão; A história

Duelo que marcou a primeira final de campeonato brasileiro da história no ano de 1959. Bahia e Santos desde então já se enfrentaram em 55 jogos: o Bahia venceu 17, o Santos 26 e houveram 12 empates. O Bahia marcou 75 gols e o Santos 116 gols.

Competições

Jogos

Bahia

Santos

Empates

Gols  Bahia

Gols Santos

Brasileiro

41

13

19

9

50

82

Copa do Brasil

4

2

1

1

9

8

Amistoso/Torneio

10

2

6

2

16

26

Total

55

17

26

12

75

116

Pelo Campeonato Brasileiro foram 40 jogos: 13 vitórias, 18 derrotas e 9 empates. O ataque Tricolor marcou 50 gols e a defesa sofreu 81.

Confira os confrontos:

55) 29/05/2014 – Bahia 0x2 Santos – Brasileiro

54) 14/11/2013 – Santos 3×0 Bahia – Brasileiro

53) 18/08/2013 – Bahia 0x0 Santos – Brasileiro

52) 29/08/2012 – Santos 1×3 Bahia – Brasileiro

51) 20/05/2012 – Bahia 0x0 Santos – Brasileiro

50) 27/11/2011 – Santos 1×1 Bahia – Brasileiro

49) 21/08/2011 – Bahia 1×2 Santos – Brasileiro

48) 22/10/2003 – Bahia 4×7 Santos – Brasileiro

47) 28/06/2003 – Santos 4×0 Bahia – Brasileiro

46) 30/10/2002 – Bahia 1×1 Santos – Brasileiro

45) 23/09/2001 – Santos 5×1 Bahia – Brasileiro

44) 18/04/2001 – Santos 0x2 Bahia – Copa do Brasil

43) 11/04/2001 – Bahia 2×0 Santos – Copa do Brasil

42) 28/10/2000 – Santos 0x1 Bahia – Brasileiro

41) 23/04/1998 – Santos 5×2 Bahia – Copa do Brasil

40) 24/03/1998 – Bahia 3×3 Santos – Copa do Brasil

39) 25/10/1997 – Santos 3×1 Bahia – Brasileiro

38) 05/10/1996 – Bahia 1×1 Santos – Brasileiro

37) 01/10/1995 – Santos 3×2 Bahia – Brasileiro

36) 26/10/1994 – Bahia 3×2 Santos – Brasileiro

35) 31/08/1994 – Bahia 2×1 Santos – Brasileiro

34) 24/08/1994 – Santos 3×0 Bahia – Brasileiro

33) 25/05/1992 – Bahia 0x1 Santos – Brasileiro

32) 24/04/1991 – Bahia 1×0 Santos – Brasileiro

31) 20/10/1990 – Santos 1×0 Bahia – Brasileiro

30) 27/09/1989 – Santos 3×1 Bahia – Brasileiro

29) 07/12/1988 – Bahia 5×1 Santos – Brasileiro

28) 17/10/1987 – Santos 0x1 Bahia – Brasileiro

27) 14/09/1986 – Bahia 3×0 Santos – Brasileiro

26) 04/06/1978 – Bahia 3×0 Santos – Brasileiro

25) 07/12/1977 – Santos 0x1 Bahia – Brasileiro

24) 16/10/1976 – Santos 0x0 Bahia – Brasileiro

23) 07/12/1975 – Bahia 1×1 Santos – Torneio BA

22) 30/08/1975 – Santos 0x2 Bahia – Brasileiro

21) 29/10/1972 – Bahia 0x2 Santos – Brasileiro

20) 08/08/1971 – Bahia 0x0 Santos – Brasileiro

19) 04/04/1971 – Bahia 3×2 Santos – Torneio BA

18) 02/12/1970 – Bahia 1×5 Santos – Brasileiro

17) 16/11/1969 – Bahia 1×1 Santos – Brasileiro

16) 10/10/1968 – Santos 9×2 Bahia – Brasileiro

15) 17/09/1967 – Bahia 2×3 Santos – Amistoso

14) 05/05/1965 – Bahia 1×3 Santos – Amistoso

13) 01/05/1965 – Bahia 1×6 Santos – Amistoso

12) 28/01/1964 – Bahia 0x2 Santos – Brasileiro

11) 25/01/1964 – Santos 6×0 Bahia – Brasileiro

10) 27/12/1961 – Santos 5×1 Bahia – Brasileiro

09) 22/12/1961 – Bahia 1×1 Santos – Brasileiro

08) 29/03/1960 – Bahia 3×1 Santos – Brasileiro

07) 30/12/1959 – Bahia 0x2 Santos – Brasileiro

06) 10/12/1959 – Santos 2×3 Bahia – Brasileiro

05) 22/08/1957 – Bahia 1×2 Santos – Amistoso

04) 25/03/1956 – Bahia 3×1 Santos – Amistoso

03) 07/05/1939 – Bahia 3×3 Santos – Amistoso

02) 04/05/1939 – Bahia 1×3 Santos – Amistoso

01) 02/04/1936 – Bahia 1×2 Santos – Amistoso

PRIMEIRO JOGO

Jogo: Bahia 1 X 2 Santos (SP)

Data: Quinta-feira, 02 de abril de 1936

Local: Salvador-BA

Estádio: Arthur Morais (Campo da Graça)

Juiz: Juvêncio Magalhães (BA)

Cartão Amarelo: Na época ainda não existia

Gols: Raul (2) (San)

Bahia: Hamilton; Bubu e Tarzan; Nouca, Neizinho e Vanderlei; Oto, Armandinho (Betinho), Romeu, Tintas e Moela.

Treinador:

Santos: Cyro; Neves e Agostinho; Dino, Ferreira e Jango; Sacy, Moran, Raul, Araken e Antenor.

Treinador: Bilu

Observação: Primeiro jogo do Bahia contra o Santos do Estado de São Paulo. Com esse resultado o Santos conquistou as duas Taças em jogo.

O MAIS IMPORTANTE

Jogo: Bahia 3 X 1 Santos (SP)

Data: Terça-feira, 29 de março 1960

Local: Rio de Janeiro-RJ

Estádio: Jornalista Mario Filho (Maracanã)

Juiz: Frederico Lopes (RJ)

Auxiliares: Wilson Lopes de Souza (RJ) e Aírton Vieira de Morais (Sansão) (RJ)

Expulsão: Getúlio, Formiga e Dorval (San)

Cartão Amarelo: Na época ainda não existia

Renda: Cr$ 642.703,00

Público: 17.330 pagantes

Gols: Vicente Arenári, Léo Briglia e Alencar (Bah) e Coutinho (San)

Bahia: Nadinho; Beto, Henrique Vicente Arenári e Nenzinho; Flávio e Mário; Marito, Alencar, Léo Briglia e Biriba.

Treinador: Carlos Martin Volante (ARG)

Santos: Lalá; Getúlio, Mauro, Formiga e Zé Carlos; Zito e Mário; Dorval Pagão (Tite), Coutinho e Pepe.

Treinador: Luís Alonso Pérez (Lula)

Observação: Décimo quarto e último jogo (jogo da negra) do Bahia na Taça Brasil de 1959. Com esse resultado o Bahia sagrou-se o primeiro CAMPEÃO DO BRASIL e se classificou para representar o Brasil na Taça Libertadores da América.

O Bahia havia perdido o jogo anterior e para essa partida em “campo neutro” precisaria se recuperar. O jogador Vicente Arenari Filho havia sido citado pelo juiz na partida de Salvador e por consequência disso fora punido com um jogo.

Veio então o julgamento do jogador que ocorreu no Rio de Janeiro (Estado da Guanabara), onde o advogado do Bahia, Dr. Octávio Vilas Boas, solicitou a revisão do processo, recurso que raramente é admitido.

Após um trabalho maravilhoso de defesa do advogado baiano (elogiado até mesmo próprio Presidente do Superior Tribunal Federal, Dr. Max Gomes de Paiva), o jogador Vicente Arenari acabou absorvido por 5 votos a favor e 2 contra.

Vencida essa parte, o presidente do Bahia, Osório Vilas boas, sabendo que o Santos estava de viajem marcada para uma temporada fora do país, procurou a diretoria santista e com sua conhecida astúcia informou a eles que o Bahia não queria de maneira nenhuma prejudicar o time do Santos, de modo que o Bahia estava disposto a acertar junto com a CBD (antiga CBF) outra data para o jogo, caso fosse do interesse do Santos. O Santos topou a proposta do Bahia e assim foi assinado um protocolo, após o qual o presidente santista, Athié Jorge Coury, agradeceu a cooperação do Osório. Estava armada a arapuca.

O Santos viajou e voltou todo esfacelado e com Pelé contundido, enquanto o Bahia aqui ficou se preparando para esse único jogo. O resultado não poderia ter sido outro, e assim o Esporte Clube Bahia (clube que Nasceu Para Vencer) sagrou-se o 1º CAMPEÃO DO BRASIL, graças em grande parte a "habilidade" e a "astúcia" de seu presidente que já naquela época era uma raposa.

Após a conquista veio à comemoração. A Taça de Campeão da 1ª Taça Brasil foi oferecida ao Bahia pelo Presidente da República Juscelino Kubitchek, e entregue ao então Deputado Federal Antônio Carlos Magalhães (torcedor do Leãozinho da Barra) representante do Governador Juraci Magalhães, pelas mãos do Presidente do Conselho Nacional de Desportos (CND), Geraldo Starling.

A PRIMEIRA ESTRELA

Fotos do jogo:

Jogadores do Bahia posam antes da partida no Maracanã.

Da esquerda para direita em pé: Beto, Nadinho, Henrique, Flávio, Vicente Arenari e Nenzinho. Agachados: Pai Santana, Marito, Alencar, Léo Briglia, Mário e Biriba. (Pai Santana foi um lendário massagista do Vasco que atendeu o Bahia nessa partida, e como prêmio, acompanhou a delegação de volta a Salvador)

Jogadores do Bahia e do Santos se cumprimentam antes do começo da partida.

Vicente Arenari recebendo o combate do jogador Pepe do Santos.

Os jogadores do Bahia dão a volta olímpica no Maracanã após o final da partida assombrando o Brasil.

Jornais:

Jornal Diário de Notícias do Rio de Janeiro Seção 2 – Pág. 08 – 30-03-1960

Jornal Diário de Notícias do Rio de Janeiro Seção 2 – Pág. 08 – 30-03-1960

Jornal do Brasil do Rio de Janeiro Primeiro Caderno – Pág. 12 – 30-03-1960

Jornal Correio da Manhã do Rio de Janeiro Segundo Caderno – Pág. 7 – 30-03-1960

Jornal Correio da Manhã do Rio de Janeiro Segundo Caderno – Pág. 14 – 30-03-1960

A ARRANCADA PARA A SEGUNDA ESTRELA

Numa quarta-feira, 07/12/1988, no Estádio da Fonte Nova o Bahia aplicou uma goleada sobre o Santos pelo placar de 5 a 1, valendo pela Fase do Segundo turno do Campeonato Brasileiro 1988. Balançaram as redes: Charles, Zé Carlos (2), Marquinhos e Cássio (contra), no Bahia, e Sócrates, no Santos. João Marcelo (Bahia) foi expulso e deixou o time em inferioridade numérica. Com este resultado, o Bahia aumentou sua sequência invicta de jogos (7) nesse confronto no Brasileiro Unificado.

Comentários
Carregando...