Sobe ou desce? A hora da “Onça beber água”

Guia: risco de queda do Vasco sobe para 66%; Cruzeiro tem 99% de título

São Paulo já se vê quase livre do perigo de rebaixamento, mas Flu e Bahia estão mais ameaçados. Goiás e Vitória aumentam chances de Libertadores

A sete rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, a disputa para fugir do rebaixamento ainda está longe de ser definida. Com exceção do Náutico, virtualmente rebaixado, as três vagas restantes à Série B têm seis postulantes com no mínimo 10% de risco de queda, segundo cálculos do matemático Oswald de Souza. A vitória da Ponte Preta no confronto direto com o Vasco foi determinante para embolar as últimas posições. A equipe paulista diminuiu seu perigo de degola de 87% para 70% e fez aumentar o dos cariocas de 53% para 66%. Já o Criciúma, que chegou a assustar o líder Cruzeiro na rodada, também segue na briga, com 73% de ameaça.

Não deixe de ler:

Barcelona 2 x 1 Real Madrid – Él Clásico – Gols

Confira também:

Liga dos Campeões – Classificação – Tabela e Regulamento

Tabela interativa da Série A com atualização online

Os melhores vídeos – YouTube União Tricolor Bahia

A rodada também não foi boa para Fluminense e Bahia, que não venceram jogando em casa. O Tricolor carioca perdeu para o Vitória e teve seu risco de queda ampliado de 23% para 33%. Já o baiano empatou com o Atlético-PR e também viu sua ameaça crescer de 27% para 31%. Fechando o sexteto de maior perigo, a Portuguesa ainda se mantém com 10% de risco após empatar com o seu mando de campo com o Flamengo. Por outro lado, há clubes que reagiram no campeonato e deixaram o Z-4 mais longe. Outrora muito ameaçado, o Coritiba goleou o Grêmio e agora tem apenas 8% de risco de queda. E o São Paulo, ao bater o Internacional fora de casa, praticamente se livrou do rebaixamento, com apenas 0,5% de perigo.

Info_CHANCES_CLUBES_#31-b (Foto: Infoesporte)

Guia do título

No topo da tabela, o Cruzeiro coloca uma mão e meia na taça de campeão. Com 12 pontos de vantagem na liderança, a Raposa já soma 99% de chances do título contra porcentagens abaixo de 1% de seus concorrentes: Grêmio (0,5%), Botafogo (0,4%) e Atlético-PR (0,1%).

Já a briga pela Libertadores ganha dois concorrentes de peso na reta final. Embalados, Goiás e Vitória venceram fora de casa e estão cada vez mais próximos da zona de classificação para o principal torneio do continente. O triunfo sobre o Náutico aumentou as chances de G-4 do Esmeraldino de 23% para 32%, enquanto o êxito sobre o Fluminense elevou as do Rubro-Negro de 12% para 20%. Ainda assim, Botafogo, Grêmio e Atlético-PR defendem boa vantagem sobre seus concorrentes pelas três vagas em aberto. As chances de vaga do Tricolor são de 84%, do Alvinegro, de 83%, e do Furacão, de 72%.


Fonte e arte: GE.COM